São Miguel do Gostoso e seu banquete de praias

São Miguel do Gostoso e seu banquete de praias
4.5 (90%) 4 votes

São Miguel Do Gostoso Rio Grande Do Norte

Na esquina do Brasil, lá onde o vento aligeira pra fazer a curva, fica São Miguel do Gostoso, destino abençoado com tudo de bom no litoral do Rio Grande do Norte.

São Miguel do Gostoso e seu banquete de praias

Litoral para agito ou descanso? Sela qual for sua escolha você acertou em cheio. Vamos começar pelo seu banquete maior s praias. Àquelas de areia fina como talco, água verde-esmeralda e transparente ponteada por recifes de corais, enseadas e lagoas. E para completar esse cenário de puro prazer, o fantástico surge no entardecer na forma de nuvens que se transformam e vão mudando de cores e formas a todo instante criando novas paisagens no céu.

São Miguel do Gostoso e seu banquete de praias

E aí que entra a praia de Tourinhos que é voz corrente de ser palco de um dos mais espetaculares crepúsculos brasileiros. Não seria exagero dizer que o céu dessa praia ao entardecer deixaria o pintor norueguês Edvard Munch, famoso pelo seu quadro “O Grito” que mostra um céu de cores despropositadas, mais ainda alucinado pela paisagem mágica dessa praia.

De lá damos um pulo para a tranquila Praia da Rapadura que deve seu nome à palhoça que vendia essa iguaria extraída da seiva verde-dourada da cana-de-açúcar.

São Miguel do Gostoso e seu banquete de praias

Mas vamos em frente porque de praias esse litoral entende. Agora estamos na praia do Maceió, nome atribuído às pequenas lagoas formadas pelas águas das grandes marés que se represavam nos baixios à beira-mar, e que o vento literalmente levou, dando lugar às dunas. Outra bem conhecida é a Praia do Varame que leva esse nome pela quantidade de currais erguidos em madeira para cercar o peixe em um labirinto de varas. Hoje tem o nome de Enseada das Tartarugas, pois aquele tipo de pesca não existe mais.

São Miguel do Gostoso e seu banquete de praias

No entanto, nenhuma história se compara à da Praia do Santo Cristo, varrida pelo vento alísio e constante, regalo dos que praticam esportes de vela. Conta-se que os navegantes portugueses passavam ao largo dessa praia e, ao notar selvagens acenando vivamente, resolveram se aproximar. Os índios tinham visto a bordo um tripulante tão rechonchudo, este sim um padre de bico bom, amante das ambrosias lusitanas, que tão logo desembarcou foi assado ali mesmo sobre a areia, indo gozar mais cedo as delícias do Paraíso. Dele só restou o crucifixo, cuja inscrição batizou a praia que é uma benção aos prazeres terrenos.

Sem deixar de lado as praias fomos conhecer o Farol do Calcanhar, pois do alto, depois de subir 298 degraus se tem uma das mais belas vistas do litoral potiguar, e das praias de Peroba e Maracajaú. Construído em um ponto considerado estratégico como referência para grandes embarcações e também para aviões, o farol inaugurado em 1912 fica há quinze quilômetros de Gostoso, já na vizinha Touros. É considerado o maior farol do Brasil (68 metros), e o segundo da América Latina, e abre para visitação aos domingos. Dali, também vale uma esticada para a Lagoa do Sal, rodeada de altas dunas douradas. A lagoa se localiza em praia com boas ondas, ideais para os amantes do surf

São Miguel do Gostoso e seu banquete de praias
Não é de se admirar que São Miguel passeie na boca dos viajantes

Fala a verdade, não deu vontade para conhecer São Miguel do Gostoso? Mas chegou a hora de falar de outro banquete: o de se fartar com as iguarias elaboradas à base de peixes como arabaiana, cioba, bicuda, cavala, além de lagostas, polvos, e os camarões cor de caju maduro, servidos fritos ou no sumo de coco fresco. À noite é a vez dos caldos, pirões, canjicas, e jingas para garantir sustança no dia seguinte. E tem coisa melhor do que os tira-gostos servidos nas barraquinhas à beira-mar, olhando as belezuras da vida? Isso sem contar os sorvetes que refrescam até a alma, feitos de frutas da região como manga, abacaxi, e mangaba.

Não é de se admirar que São Miguel passeie na boca dos viajantes.

São Miguel do Gostoso e seu banquete de praias

Como chegar

De Natal segue-se pela BR-101, e a partir do trevo no km 2 da BR-101, são mais 15 quilômetros pela RN-221

Onde ficar

Pousada Só Alegria. Diante de um mar polvilhado de coloridos barcos pesqueiros, o hóspede é recebido com mimos por Romano e Fátima, casal de paulistas apaixonados por Gostoso. Quartos amplos e café da manhã especial. Rua Cavalo Marinho 52. Tel: (84) 3263-4355. Site: www.pousadasoalegria.com.br

Pousada Casa de Taipa. As refeições são servidas em móveis decorados com cenas de barcos, frutas ou flores e sob centenários cajueiros. No jardim fica um pequeno museu que é réplica das antigas construções em taipa com objetos, e móveis de época. Rua Bagre Caia Coco 99. Tel: (84) 3263-4227. Site: www.pousadacasadetaipa.com.br

Onde comer

Restaurante Malagueta, especializado em frutos do mar, todos os pratos são acompanhados de saladas frescas da horta orgânica, e uma vez lá prove, por exemplo, o camarão com gergelim, ou risoto de polvo. Tel: (84) 3263-4293.

Madame Chita, localizada em casa com décor colorido, se destacam seus crepes fofos com capricho nos recheios que pode ser o de carne de sol servido com caipirinha de frutas da região. Praia do Maceió. Tel: (84) 3263-4235.

Everton Lemos

Sou Natural De Brasília, Apaixonado pelo Brasil e suas belezas naturais, procuro sempre conhecer e compartilhar as grandezas do nosso país.

Everton Lemos has 567 posts and counting. See all posts by Everton Lemos

Deixe Um Comentário