Tudo O Que Você Precisa Saber Antes De Visitar O Pantanal

Pantanal
Tudo O Que Você Precisa Saber Antes De Visitar O Pantanal
4.4 (88.33%) 12 votes

O Que Você Precisa Saber Sobre O Pantanal

Procurando um lugar relaxante para contemplar a natureza sem a pressa das cidades grandes? Que tal se hospedar na maior planície de água contínua do mundo? Esqueça o medo dos bichos, coloque já o protetor solar na mochila e aproveite a estadia no Pantanal, considerado pela Unesco um Patrimônio Natural Mundial. E não é para menos!

Leia Também:
Descubra As Belezas Do “Pantanal Baiano” No Rio Jucuruçu

Dividido em Pantanal Sul e Norte, o local abriga cerca de 4700 espécies diferentes de animais e plantas, além de ser o destino predileto para aqueles que gostam de pescar. Ficou com vontade de visitar o Pantanal? Confira as dicas essenciais e programe sua viagem a esse paraíso brasileiro!

Pantanal Norte e Pantanal Sul

A primeira parte do planejamento para visitar o Pantanal é decidir o que é mais interessante para você. Quer assistir a manifestações folclóricas regionais, pescar e ficar a poucos metros de distância de jacarés, capivaras e diversas aves? Vá para o Pantanal Norte e hospede-se nas cidades-base de Cáceres ou Poconé. Se, por outro lado, você deseja mergulhar na vida selvagem e aproveitar os famosos passeios de canoagem pelos rios Negro, Paraguai e Aquidauana, siga para as cidades de Corumbá ou Aquidauana, no Pantanal Sul, região do estado do Mato Grosso do Sul.

Ambas as regiões têm clima quente e úmido durante o ano todo, mas costuma esfriar bastante nas noites de inverno. Ainda que comandado pelas chuvas, o Pantanal também tem seus períodos de seca: entre os meses de maio a outubro, o cenário muda drasticamente, com o surgimento de diversas ilhas de areia.

Cuidados com a saúde e bagagem

Com temperaturas beirando os 40 graus, não dá para descuidar da saúde durante sua viagem ao Pantanal. Na hora de arrumar as malas, não se esqueça do protetor solar com alto fator de proteção e, claro, do repelente. Dê preferência a roupas leves, mas que cubram o corpo. Para uma viagem de 4 dias, o ideal é levar 4 camisetas, 5 camisas de tecidos confortáveis, 5 calças de algodão, 2 pares de sapatos como botas e tênis, além de uma capa de chuva ou um casaco impermeável.

Na parte dos acessórios, não se esqueça do chapéu e dos óculos de sol, nem de um binóculo para ver os animais de perto. Vale dizer que é recomendado que os viajantes tomem a vacina da febre amarela em até dez dias antes do embarque.

Passeios e atrações turísticas

Tanto o Sul quanto o Norte do Pantanal oferecem excursões tradicionais — não deixe de fazer, por exemplo, o passeio de barco para conferir de perto a enorme variedade de aves, jacarés e lontras. Também perca o medo do escuro e vá para o safári fotográfico noturno, a bordo de jipes que cortam boa parte da região.

Nesse circuito, dá para percorrer campos de arroz, aprender sobre a fauna pantaneira, avistar onças-pintadas e conhecer diversas criações de gado. Com duração média de 3 horas, os safáris acontecem no começo da manhã e no final da tarde.

Se a intenção é pescar, fique de olho nas épocas permitidas. Graças à piracema, fenômeno conhecido pela desova dos peixes, é proibido pescar nos meses de janeiro, fevereiro, novembro e dezembro. Nos outros meses, porém, a atividade é liberada. Outro programa imperdível é percorrer a cavalo as fazendas de gado que misturam trechos de mata com diversas áreas alagadas.

Fonte: Guichê Virtual