Itajaí, praia, surfe, cultura e história no norte de Santa Catarina

Itajaí, praia, surfe, cultura e história no norte de Santa Catarina
4.4 (88%) 5 votes

Localizado no norte de Santa Catarina, pertinho da badalada Balneário Camboriú, Itajaí é um destino bastante conhecido na região, mas que ainda não é amplamente divulgado nacionalmente. Ligada às principais rodovias e aeroportos do Brasil, a cidade tem grande importância econômica – é o segundo PIB do Estado – e está em constante crescimento.

Além disso, possui diversos atrativos históricos, culturais e naturais que encantam seus turistas. Este último, incluindo praias, cachoeiras e recantos da natureza, é um dos principais pontos de interesse da região.

Suas praias, por exemplo, são famosos redutos de surfe. As mais visitadas são as da Atalaia e a Brava.

Praia Atalaia, Santa Catarina
Foto por Santur/ Makito

Na primeira, são as ondas mais lentas com ótimas paredes para infinitas manobras que atraem os surfistas. A praia da Atalaia funciona com ondulações de sudeste e leste e vento nordeste ou terral. Com uma iluminação especial que permite a prática do surfe noturno, o Farol e Molhes da Barra da Praia da Atalaia se tornaram um dos principais pontos turísticos da cidade.

E é na saída da praia que fica um dos principais cartões-postais da cidade: o Bico do Papagaio. A formação rochosa, esculpida acidentalmente, lembra a figura de um bico de papagaio.

bloco do papagaio
Foto por Santur/ Makito

Já a praia Brava é conhecida internacionalmente, graças à sua estrutura e suas ondas, que formam tubos perfeitos. Queridinha dos surfistas, é cercada por exuberante Mata Atlântica e águas perfeitas para um refrescante banho de mar.

praia do morcego
Foto por Santur/ Makito

Não deixe de visitar o Canto do Morcego, localizado no pontal norte, considerado um local paradisíaco. A preocupação com a preservação da natureza, principalmente pelos moradores e surfistas, demonstra o equilíbrio entre o homem e o meio ambiente e a busca da prática de um turismo sustentável.

Além das praias, outro destaque natural da região é o Morro da Cruz que, lá do alto, oferece um dos mais belos cenários da região: o encontro do Rio Itajaí-Açú com o mar, bem como a entrada de navios cargueiros e cruzeiros turísticos, além de uma vista panorâmica da cidade. No local existe ainda um amplo estacionamento e uma construção em forma de castelo com restaurante para atendimento de eventos.

Riquezas histórico-culturais

Quem visita Itajaí encontra, também, belos exemplos de história e cultura. Seja nas festas que, durante o decorrer do ano, resgatam as tradições de influência portuguesa e açoriana, na gastronomia ou na arquitetura do século 19, a cidade está recheada de bons atrativos.

marejada
Foto por Marcos Porto

Entre os eventos realizados na região, a Marejada talvez seja a mais famosa. Considerada a maior festa portuguesa do Brasil, reúne música, dança muita comida típica e ótimos pescados. São aproximadamente 600 atrações em um espaço físico de 36 mil metros quadrados de área. No pavilhão principal, os bailes noturnos agrupam milhares de pessoas todas as noites. A Tasca Portuguesa reúne amantes e curiosos em conhecer o lirismo do verdadeiro fado português. A tradicional festa ocorre em outubro.

Para se aprofundar na história da região, a dica é visitar o Palácio Marcos Konder, que abriga o Museu Histórico de Itajaí. Fundado em 1982 – e reformado em 2016 -, o museu conta com um vasto acervo de objetos que retratam desde a história da cidade até a Segunda Guerra Mundial.

Museu histórico
Foto por IStock/ RUBEN RAMOS

E além do acervo, o prédio, por si só, chama a atenção. Construído em 1925, o edifício funcionou como Câmara de Vereadores e se destaca por seu estilo Art-Nouveau, que rende belas fotos.

Outra construção que chama a atenção dos visitantes é a Igreja Matriz do Santíssimo Sacramento. Inaugurada em 1955, foi construída em estilo neogótico e românico e decorada com motivos bíblicos, obra dos artistas italianos Emílio Sessa e Aldo Locatelli. A igreja está listada entre os maiores monumentos artísticos e culturais da cidade.

Igreja Matriz
Foto por Istock/ RUBEN RAMOS

Para finalizar, o Mercado Público, ou Centro de Cultura Popular (Mercado Velho), é o lugar ideal para encontrar o artesanato da região, além de petiscos e pratos típicos. O prédio foi inaugurado em 1917, mas sua versão atual data de 1936, quando, por consequência de um incêndio, sua estrutura sofreu modificações externas e adaptação à art-dèco.

mercado público municipal itajai
Foto por Santur/ Makito

Curiosidade

A região Norte de Santa Catarina tem uma linguagem bastante característica, chamada pexeirês. São gírias e expressões que, associadas ao jeito de falar rápido, tornaram-se marca registrada dos itajaienses.

Frases e palavras como “Tash tolo” (é sério?), “zica” (bicicleta), “rasgá a boca” (levar um fora) e “capaish!” (imagina) fazem parte da rotina dos moradores da cidade e chamam a atenção dos turistas, principalmente os paulistas.

Como chegar

Itajaí está a menos de 25 quilômetros do Aeroporto Internacional de Navegantes, que recebe voos de diversos destinos brasileiros. Além dele, os aeroportos de Joinville e de Florianópolis também têm fácil acesso à cidade, estando 96 e 105 quilômetros dali.

De carro, o acesso a Itajaí, tanto do Norte (São Paulo e Curitiba), quanto do Sul (Florianópolis e Porto Alegre) é feito pela BR-101.

Onde ficar

Hotel 10

Pousada Ondas da Brava

Texto por: Eliria Buso
Foto destaque por Istock/ diegograndi

Everton Lemos

Sou Natural De Brasília, Apaixonado pelo Brasil e suas belezas naturais, procuro sempre conhecer e compartilhar as grandezas do nosso país.

Everton Lemos has 562 posts and counting. See all posts by Everton Lemos

Deixe Um Comentário