Destinos nacionais alternativos para as férias

Destinos nacionais alternativos para as férias
4 (80%) 2 votes

Passar uma temporada em um quilombo? Passear por uma floresta petrificada? Fazer um tour de bicicleta por uma plantação de erva-mate? Destinos nacionais pouco (ou nada) explorados pelos brasileiros ganham destaque no quadro #PartiuFérias, exibido no programa “Como Será?”, que vai ao ar nas manhãs de sábado da TV Globo. As reportagens abordam aspectos educativos, sociais e ambientais de lugares como as praias amazônicas e o Itaimbezinho, formação rochosa com cerca de 130 milhões de anos no Rio Grande do Norte.

destinos nacionais alternativos para as férias
Fotos: Globo/Divulgação

O roteiro é nas praias amazônicas da região de Arapiuns, na cidade de Santarém (PA). A região abriga 68 comunidades e quilômetros de praias que só aparecem durante o verão amazônico, época de seca na região. A reportagem começa com um passeio de barco pelo Rio Tapajós, onde os visitantes testemunham o encontro do azul com as águas de tonalidade barrenta do Rio Amazonas. Chegando ao Arapiuns, aparecem as praias de Ponta Grande –quase deserta– e São Pedro, a maior delas, onde cerca de 200 famílias vivem do artesanato com a palha do tucumã e da pesca. A mais procurada da região é a praia do Icuxi.

destinos nacionais alternativos para as férias

Outro destaque é a Floresta Nacional do Tapajós, no município de Belterra, a cerca de 50 km de Santarém. Controlado pelo Instituto Chico Mendes, o parque possui 600 mil hectares de montanhas, lagos e floresta nativa, além de 160 km de praias que só surgem na estação seca, como Jamaraquá e Maguary. Toda a região é propícia para a prática de esportes radicais, canoagem e trilhas ecológicas. O cardápio é o tradicional da Amazônia, com pratos feitos de peixes como o tambaqui e o pirarucu.

Destinos nacionais alternativos para as férias

O programa do dia 26 leva o público ao Vale dos Dinossauros, que fica na cidade de Sousa, sertão da Paraíba, a 430 km de João Pessoa. Lá, os visitantes podem ver réplicas de animais pré-históricos e pegadas gigantes de espécies que passaram pela região há mais de 120 milhões de anos. Um programa que encanta crianças e adultos.

Pacatuba, no Ceará, já foi cenário de vários filmes e é a dica de roteiro do programa que vai ao no dia 2 de janeiro. O lugar é indicado para quem busca adrenalina e turismo de aventura. A reportagem mostra voo de parapente, as piscinas naturais da bica das Andreias e tirolesa. Essa última é o destaque na região: ela é conhecida como ‘Assombrosa’ por contar com um percurso de 330 metros de descida em alta velocidade em meio à paisagem serrana de Pacatuba. É a primeira tirolesa em área seca da região, o participante não tem contato com água no final da descida.

Destinos nacionais alternativos para as férias

MaToPiBa é a última fronteira agrícola do Brasil, que reúne cidades dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia em torno de tecnologias modernas de alta produtividade. É o destino certo para quem se interessa em conhecer projetos voltados para o desenvolvimento sustentável em pleno cerrado brasileiro.

O ponto de partida do passeio é a baiana Barreiras, cidade em franca expansão para receber os visitantes no novo circuito do ecoturismo do oeste baiano. Em São Desidério, também na Bahia, o turista se vê diante de leque de opções de programas em contato com a Natureza: rios, cachoeiras, lagos, paredões, corredeiras, trilhas e mais de 21 grutas. Também é possível praticar cavalgada na região. Em Correntina, cidade banhada pelo rio Corrente, o destaque fica por conta da região chamada de Sete Ilhas, todas banhadas pelo rio. A região de MaToPiBa é a pauta do #PartiuFérias do dia 9 de janeiro.

Fonte: viagem.catracalivre

Everton Lemos

Sou Natural De Brasília, Apaixonado pelo Brasil e suas belezas naturais, procuro sempre conhecer e compartilhar as grandezas do nosso país.

Everton Lemos has 573 posts and counting. See all posts by Everton Lemos

Os comentários estão desativados.