Descubra O Verdadeiro Paraíso Em Riachão No Maranhão

Descubra O Verdadeiro Paraíso Em Riachão No Maranhão
4 (80%) 12 votes

Riachão No Maranhão

Uma viagem à cidade de Riachão, no extremo sul do Maranhão, é como entrar em outra dimensão do tempo! Cada atração turística, cada estrada rural, cada rio e cachoeira, cada piscina de água cristalina, traz um detalhe especial, uma história, uma referência. Seja para um mergulho no Encanto Azul, ou para um banho inspirador na cachoeira de Santa Bárbara. Quem vai de carro próprio deve estar sempre atento as condições das estradas rurais.

Veja Também:
Chapadas Brasileiras Unem Paisagens Deslumbrantes À Biodiversidade
Roteiros turísticos para fazer um mochilão no Brasil
Destinos No Brasil Para Viajar Gastando Pouco

Em algumas delas é imprescindível utilizar carros com tração 4×4. Outro atrativo imperdível é o famoso Poço Azul, um local com água transparente e cristalina com temperatura média de 22 graus, realmente um colírio para os olhos e um bálsamo para o espírito.

Cachoeira Em Riachão No Maranhão
Foto: Adilson Zavarize

Mergulhar em suas águas transparentes pode propiciar uma sensação única. O lago é repleto de pequenos peixinhos que brindam os mergulhadores com leves picadinhas restauradoras.

Visitar as atrações de Riachão é proporcionar a você e a família uma temporada de relax, no sul do Maranhão. A região se apresenta como um lugar perfeito para curtir a natureza e absorver muita história. Riachão é um antigo distrito de Carolina que foi elevado à categoria de vila em 19 de abril de 1833 e instalado em 29 de abril de 1835. A cidadezinha é charmosa, possui uma energia singular, onde a população sorri e fica feliz com a visita dos turistas. Ainda com pouca estrutura de hospedagem, apenas 250 leitos distribuídos em 5 meios de hospedagem, faz com que os visitantes sejam premiados com belezas ímpares e natureza abundante. É até salutar essa pouca estrutura pois visitar essa pequena joia do Maranhão é ainda pra poucos. Recomenda-se no mínimo três dias de visita para curtir as delicias naturais da cidade.

Experimentar a vida ao ar livre, visitar cenários majestosos como as montanhas de arenito que servem de berçário as araras Canindé, vermelhas e azuis, a lagoa rodeada de carnaúbas frondosas ou mergulhar nas águas quentinhas do balneário municipal são apenas algumas das possibilidades de interação com a vida do campo. A observação de pássaros também é uma atividade nova e pode ser realizada com sucesso. São dezenas de espécimes de pássaros e aves.

Grande parte das terras de Riachão estão abrigadas e preservadas dentro do Parque da Chapada das Mesas. Uma regra básica é não esquecer a máscara de mergulho, a câmara a prova d’água o protetor solar e muita vontade de viver uma experiência única.

cidade de riachão
Foto: Adilson Zavarize

O “boom” turístico teve início na região há menos de 15 anos, onde a cidade de Carolina despertou a atenção dos visitantes. Em Riachão, o movimento turístico começou só ha 08 anos, e o município ainda é um laboratório de atrativos a serem descobertos. Existem cachoeiras e recantos que ainda o acesso é bastante difícil. Segundo Beto Kelnner, secretario de turismo: “Riachão explorou menos de 25 % de seu potencial. A cidade está aberta a investidores”.

O centrinho da cidade é puro charme, com pracinha, coreto, jardins, fonte e a charmosa matriz de Nossa Senhora de Nazaré que abraça toda a região central. Algumas das construções antigas são de puro charme, cada cantinho, cada detalhe tem muito a dizer. Existe um projeto para restaurar uma antiga construção que irá virar o Centro de Informações Turísticas. Um antigo convento de padres pode ser a nova aposta para hospedagem e os estudos estão avançados. Riachão só precisa de um olhar mais firme para melhorar a sua infraestrutura de hospedagem e serviços. Em relação aos atrativos e belezas naturais, Deus foi perfeito em conceber a pequenina e acolhedora cidade com recantos indescritíveis!

Encanto Azul
Foto: Adilson Zavarize

Encanto Azul

Joamar Gomes da Silva Filho, da CVK Adventure- empresa de receptivo – responsável por nos conduzir aos passeios conseguiu nos mostrar parte dos atrativos num dia inteiro e intenso. Acordamos às 6 da manhã e às 7 horas já estávamos na estrada para visitar o Encanto Azul. Difícil tarefa escolher entre os vários atrativos disponíveis, a maioria deles demanda um dia inteiro, devido aos deslocamentos de carro, que tem de ser realizados com muito cuidado.

Começamos nosso roteiro por Riachão visitando o Encanto Azul e as suas cachoeiras próximas. Embarcamos na caminhonete 4X4 e podemos afirmar que o roteiro é uma aventura “offroad”. A estrada rural é belíssima e de hora em outra nos deparamos com raposas, revoada de maritacas, tatus, maritacas e até alguns casais de siriemas.

Num percurso de pouco mais de 25 km partindo do centro da cidade até chegar à propriedade privada, ainda com pouca infra estrutura, – só uma lojinha que vende água e refrigerante e que fica bem na entrada do atrativo.

O nome faz jus ao local: águas transparentes, de um belíssimo azul, cercadas de enormes rochas de arenito e árvores nativas e frutíferas do cerrado. Perfeito para a prática do snorkeling, onde estamos sempre na companhia de pequenos peixes. É impossível resistir!

águas cristalinas em riachão
Foto: Adilson Zavarize

Logo na chegada, um grupo de meninos e meninas da região estavam ansiosos para começar a brincadeira de saltar das rochas no maravilhoso lago azulado e cristalino.

Não fosse pelos demais atrativos ainda por visitar, teria sido fácil permanecer ali o dia todo. No Encanto Azul valor de entrada é de R$ 20,00 por pessoa para curtir todo o belíssimo complexo.

Poço Azul e mais Cachoeiras

Há muitas cachoeiras em todo o pólo turístico da Chapada das Mesas. Nosso guia nos falou que é algo em torno de 30, só em Riachão! Então, já era hora de começar a conhecê-las. A entrada para as trilhas fica próxima ao restaurante. É cobrada uma taxa de R$ 50,00 por pessoa e o acesso é facilitado por meio de seguras passarelas de madeira.

Riachão MA
Foto: Adilson Zavarize

Passamos pelas pequenas Cachoeiras de Santa Paula e do Moreno e seguimos para a Cachoeira de Santa Bárbara, que é a mais alta da região, com 75 metros. A força da queda gera uma névoa contínua e é bom ter cuidado com equipamentos eletrônicos. A imagem dela é estonteante e um mergulho com um jaleco salva vidas é recomendável.

Passamos um tempinho por lá, apanhamos as coisas que havíamos deixado fora do alcance da névoa e fomos ao que seria o Poço Azul que é um dos principais atrativos da Chapada das Mesas, uma região exuberante com vegetação típica do cerrado.

O complexo é uma área privada com diversas cachoeiras, piscinas naturais e estrutura para hospedagem e atividades de ecoturismo. As atrações mais famosas possuem acesso por passarelas de madeira construídas em um penhasco. A subida exige um pouquinho de fôlego para quem está fora de forma, mas o esforço é recompensado depois de curtir as águas cristalinas da região.

O Poço Azul é a última atração e a mais cobiçada. A enorme piscina natural tem 5 metros de profundidade e seu fundo é coberto de pedras de calcário, deixando a água com visibilidade 100%. No lado próximo ao penhasco, é possível se refrescar em algumas pequenas cachoeiras que desembocam no poço. Outra atração é banhar-se na Cachoeira D. Luiza, também muito bela.

O que levar?

· Repelente. Mutucas são comuns

· Protetor solar

· Máscara de mergulho e Snorkel.

· Roupas de banho

· Sandália tipo Papete ou tênis que possa ser molhado – as caminhadas não são longas mas tem muitas pedras.

Onde ficar

Durante nossa estadia em Riachão, ficamos hospedados na Pousada Chapada das Mesas. Instalada em uma moderna construção tem localização privilegiada praticamente há 400 metros do centro da cidade.

Os apartamentos são confortáveis, com televisão e ar condicionado. O café da manhã traz as delícias regionais. Cuscuz, tapioca, bolo de macaxeira e sucos de frutas regionais como Maracujá, Goiaba e Bacuri, além de bolos e ovos mexidos feitos na hora. Diárias a partir de R$ 110,00 por pessoa.

pousadachapadadasmesas.com.br

Onde comer

Restaurante e Pizzaria Casa de Palha. A casa só abre para o jantar. Serve mais de 20 sabores de pizza entre doces e salgadas e também um sistema de churrasco por peso e guarnições. Você escolhe a carne, o corte e se deseja ao ponto, mal passada ou bem passada e opta por guarnições, como saladas, arroz, feijão, macaxeira, farofa e outros acompanhamentos. Não deixe de experimentar o arroz sertanejo, delicioso.

Como chegar

De avião, partindo de São Paulo, Brasília ou São Luis descer em Imperatriz com voos da Tam e Azul. De lá são cerca de 380 quilômetros até Riachão. Um trajeto mais curto e optar por voar pela Passaredo até Araguaina, que tem percurso no máximo de 180 km até a cidade. Quem vem do Piauí o melhor trajeto é o rodoviário com opção de seguir via a cidade de Balsas. Já quem pretende vir do Pará ou Tocantins pode optar via a cidade de Estreito.

Texto por: Cláudio Lacerda Oliva, enviado especial ao sul do Maranhão. O jornalista e o repórter fotográfico viajaram a convite da SECTUR, Secretaria de Turismo de Carolina e Riachão.

Fotos: Adilson Zavarize
Fonte: Qualviagem

Everton Lemos

Sou Natural De Brasília, Apaixonado pelo Brasil e suas belezas naturais, procuro sempre conhecer e compartilhar as grandezas do nosso país.

admin has 531 posts and counting.See all posts by admin

Deixe Um Comentário