Os 6 Principais Destinos Para Turismo De Aventura No Brasil

Os 6 Principais Destinos Para Turismo De Aventura No Brasil
4.4 (87.5%) 8 votes

Destinos Para Turismo De Aventura No Brasil

Quem passa a semana trabalhando em escritórios fechados muitas vezes sente falta de um pouco de emoção no dia a dia, não é mesmo? E como sabemos que todo mundo tem dentro de si um lado Indiana Jones, pronto para encarar grandes desafios, separamos uma lista com os 6 principais destinos para quem curte turismo de aventura, seja um bom mergulho, alguma trilha de bike ou até alguma escalada mais radical.

Parque Nacional da Serra dos Órgãos — Teresópolis, RJ

Cravado entre as cidades de Petrópolis e Teresópolis, ambas no estado do Rio de Janeiro, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos é um excelente destino para quem gosta de escaladas e de fazer travessias a pé — os famosos trekkers.

Protegido pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, o parque ainda abriga diversos cenários bastante conhecidos, como a pedra do Dedo de Deus, ponto alto para os escaladores; e a Pedra do Sino, com mais de 2.200m de altitude; além de uma ótima vista para a Baía da Guanabara. Esses cenários motivam ainda mais os praticantes de esportes radicais a encarar uma viagem para o lugar.

Veja Também:
Socorro A Cidade De Belezas E Aventura Em São Paulo
Piracicaba Tem Lazer, Aventura E Sossego Para Todos Os Gostos
Cânions E Aventura Em Paulo Afonso Na Bahia

Quem optar por atravessar todo o parque — um percurso de pouco mais de 43km que podem ser atravessados com até 4 dias — pode contar com pontos de apoio em algumas partes do trajeto.

Bonito, MS

Com lagos e rios de águas cristalinas e muita, muita natureza, o município de Bonito, no estado do Mato Grosso do Sul, é um dos lugares mais procurados pelos turistas que querem encontrar emoção e aventura em suas viagens.

Graças às cavernas e cachoeiras, o local é um ótimo ponto para quem se interessa pela prática de rapel, além de ser também um dos melhores destinos para a prática de mergulho no Brasil — que pode ser aproveitada até por crianças.

Chapada dos Veadeiros, GO

No ponto mais alto do Planalto Central podemos encontrar a famosa Chapada dos Veadeiros, uma rota que abrange os municípios de São João da Aliança, Alto Paraíso, Colinas do Sul e Cavalcante — lugares que muitas pessoas optam por atravessar no modelo mochilão.

Repleto de cânions e muitas cachoeiras, o lugar é uma ótima pedida para quem gosta de praticar canionismo e ainda conta com várias tirolesas, como a do Voo do Gavião, que atravessa pelos ares uma região de mais de 850 metros. Além disso, a região também é bastante procurada por amantes do rapel e até por grupos de ciclistas, que aproveitam o período mais seco do ano para botar suas magrelas para rodar por lá.

PETAR — Iporanga, SP

Quem se interessa por espeleologia não pode deixar de conferir o Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira, ou, como é mais conhecido, o PETAR.

Com mais de 350 cavernas em seus 35.772,5 hectares, o parque ainda com uma estonteante vegetação da Mata Atlântica e vários pontos de apoio para os interessados em desbravar as profundezas desse terreno.

Parque Estadual do Ibitipoca — Lima Duarte, MG

Se você gosta de colocar o pé — ou as rodas — na estrada em busca de cachoeiras, o Parque Estadual do Ibitipoca é o seu lugar.

Localizado na região da Zona da Mata, entre os municípios de Lima Duarte e Santa Rita do Ibitipoca, o parque abriga diversas cachoeiras, praias de água doce, grutas, picos e piscinas naturais, além de lugares como a Janela do Céu, a Gruta dos Três Arcos e o Pico do Pião. É um bom destino para os amantes do trekking e pode ser aproveitado até mesmo sozinho.

Circuito Vale Europeu — SC

Com mais de 350km de extensão, o Circuito Vale Europeu foi o primeiro trajeto brasileiro planejado para os amantes do cicloturismo. Atravessando os municípios catarinenses de Pomerode, Timbó, Indaial, Rodeio, Ascurra, Dr. Pedrino, Benedito Novo, Rio dos Cedros e Apiúna, o circuito apresenta diversos pontos de apoio para os aventureiros e níveis de dificuldade indicados tanto para os iniciantes quanto para os ciclistas mais experientes.

Podendo ser atravessado com 6 ou 8 dias, o Vale ainda traz uma excelente gastronomia e bons lugares também para os amantes dos vinhos.

Fonte: Guichê Virtual

Everton Lemos

Sou Natural De Brasília, Apaixonado pelo Brasil e suas belezas naturais, procuro sempre conhecer e compartilhar as grandezas do nosso país.

Everton Lemos has 565 posts and counting. See all posts by Everton Lemos

Deixe Um Comentário