Trilha para o Pico do Lopo, em Extrema MG

 

Trilha para o Pico do Lopo

Chegando em Extrema, a primeira cidade mineira que faz divisa entre o estado de São Paulo e Minas Gerais, já é possível ver o cume do Pico do Lopo com seus 1.780 metros de altura acima do nível do mar. A serra faz parte do Complexo da Mantiqueira, que em tupi-guarani quer dizer “lugar onde nascem as águas” e faz fronteira com a represa do Jaguari ao sul, com a Serra de Itapeva e Vale do Jaguari ao norte.

Nos outros extremos, a cidade de Joanópolis a leste e a oeste a vizinha Serra das Anhumas. O nome como todos conhecem, Serra do Lopo, se refere a grande quantidade de lobos guarás que habitam a região.

O trekking para alcançar o cume é considerado fácil, sem grandes dificuldades, sendo indicado para todas as idades – inclusive para aventureiros sem muita experiência. Durante a caminhada o viajante terá o privilégio de curtir belas vistas panorâmicas, passando por regiões de mata fechada e diferentes mirantes naturais em uma região bem preservada. As trilhas são bem demarcadas, o que facilita o acesso, entretanto, por questões de segurança sempre é recomendado fazer as caminhadas com guias preparados.

Para chegar ao topo é preciso pegar uma charmosa estrada com aproximadamente 9 km que vai até as rampas de saltos. Por lá as práticas de asa delta e paraglider são bem conhecidas, sendo um excelente ponto de voo em um cenário privilegiado. Esse trajeto até as rampas pode ser feito de carro, bicicleta ou a pé. Depois das rampas continuando a estrada, se chega nas torres de frequência, onde está o início da trilha e o estacionamento. O caminho passa por uma mata fechada características da Mata Atlântica, que leva até o topo da montanha tendo duração média de 1h30.

Em poucos minutos de caminhada se chega a Pedra das Flores, uma extensa área plana com aproximadamente 1.660 metros de altura, onde é possível curtir uma pausa na caminhada e apreciar as belezas da paisagem mineira. A pedra também oferece uma visão ampla do Pico do Lopo, o ponto final da caminhada.

Trilha para o Pico do Lopo

Seguindo para o objetivo final, é necessário continuar em trilha fechada e fazer uma pequena “escalaminhada” sobre as pedras que dão acesso ao cume. Do topo é possível contemplar uma vista de 360° de várias cidades da Serra da Mantiqueira nos estados de SP e MG, entre elas Monte Verde e a Represa de Joanópolis.

Trilha para o Pico do Lopo

Trilha para o Pico do Lopo

Muitas pessoas que vão conhecer a Serra acabam optando por realizar a travessia de Extrema a Joanópolis, uma opção mais complexa aconselhada para caminhantes mais experientes. Para quem está em São Paulo, uma outra opção é fazer o passeio com o pessoal da PISA Trekking, agência especializada em travessias que oferece esse roteiro completo, incluindo guia local e transporte saindo de Campinas ou da Capital. Fizemos com eles e aprovamos!

O que levar:

Mochila de médio porte;
Tênis ou botas pré-amaciadas, com solado aderente – importante para não escorregar na trilha;
Roupa leve para a caminhada (caso seja alérgico a insetos e/ou plantas, levar calça e camiseta de manga longa);
Agasalho para suportar o frio nas montanhas;
Chapéu ou boné;
Capa de chuva;
Filtro solar;
Protetor labial;
Repelente de insetos;
Lanterna leve (com pilhas reservas);
Saco plástico para o lixo na trilha;
Cantil ou squeeze com água;
Medicamentos tomados regularmente;
Par de luvas (proteção das mãos no contato com as rochas);
Bastão para caminhada (opcional);
Câmera fotográfica (opcional).

Este conteúdo – assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios – é de responsabilidade do usuário GuiaViajarMelhor.com da Rede Catraca.
Fonte: viagem.catracalivre

Everton Lemos

Sou Natural De Brasília, Apaixonado pelo Brasil e suas belezas naturais, procuro sempre conhecer e compartilhar as grandezas do nosso país.

Everton Lemos tem 574 posts e contando. Ver todos os posts de Everton Lemos

Fechado para comentários.