Passeio de bugue em Maragogi é experiência única do litoral de Alagoas

Passeio de bugue em Maragogi é experiência única do litoral de Alagoas
5 (100%) 2 votes

Litoral De Alagoas

A gente nunca sabe se aquelas águas cristalinas são azuis, celestes, verdes ou turquesas, mas seus tons colocaram esse destino alagoano na rota dos endereços mais cobiçados do Nordeste brasileiro (que o diga as, sempre lotadas, piscinas naturais que emergem na maré baixa e são rodeadas por barreiras de corais).

Mas muito além das formações naturais em alto-mar, visitadas em (injustos) passeios de um dia que saem de capitais nordestinas próximas, Maragogi é lugar para ficar mais um dia (ou dois ou três ou para sempre).

Passeio de bugue em Maragogi é experiência única do litoral de Alagoas
Barra Grande, no litoral norte de Maragogi

A cocada molhadinha ainda é vendida em cruzamentos da AL-101; Tia Marlene continua cortando biscoitos de sequilho como se fosse a primeira vez (ainda que o faça há quase 30 anos); a inusitada Trilha do Visgueiro permanece intacta, como se ninguém nunca tivesse passado por ali; e as praias mais isoladas seguem tão solitárias como se você fosse o primeiro forasteiro a pisar naquelas terras.

Uma das mais visitadas de Alagoas, depois da capital Maceió, Maragogi é dona das maiores barreiras de corais do Brasil, possui uma das melhores visibilidades marinhas do País e se orgulha de ser considerada o Caribe brasileiro.

Recentemente, o Viagem em Pauta cruzou Maragogi de bugue, em busca das faixas de areia mais exibidas, entre os litorais norte e sul dessa que é a principal porta de entrada para a Costa dos Corais, destino que abriga 130 km de praias.

Confira o roteiro:

Litoral Norte

Os locais não hesitam em afirmar, quase como um segredo, que o trecho norte do litoral de Maragogi é o mais bonito da região.

Passeio de bugue em Maragogi é experiência única do litoral de Alagoas
Praia de Antunes, no litoral norte de Maragogi

Para quem segue pelo norte, o cenário é quase o mesmo: mar de tons azulados, águas calmas, sequências cenográficas de coqueiros e extensas praias com ar de isolamento que recebem forasteiros como se esses fossem os primeiros.

A praia de Burgalhau tem areia batida e fica próximo a uma área de mangue, uma faixa de areia bem procurada durante a alta temporada, sobretudo por conta das águas calmas. A praia seguinte é a de Barra Grande, cujo rio Burgalhau faz a divisão natural das duas atrações.

Cenário fácil nas listas das 10 praias mais bonitas do Brasil, a de Antunes é nosso endereço preferido em toda Maragogi. Não só pelos famosos coqueiros retorcidos que se debruçam sobre o mar, uma das paradas clássicas da viagem de bugue, mas pelo mar de ritmo preguiçoso, que ali parece assumir tons ainda mais ‘amostrados’. Situada a 7 km ao norte de Maragogi, aproximadamente, essa praia deserta só costuma ficar mais tumultuada, durante a passagem dos tours de bugue. Por isso, procure visitá-la no final da manhã, quando já passaram bugueiros.

Pode ir preparando o testamento de amor eterno a Antunes!

Conhecida também como praia da Bruna, em homenagem à visita que a atriz Bruna Lombardi fez ali (dizem que com direito a topless e tudo), a praia do Xeréu é outro ponto pouco frequentado do destino, sobretudo pelo acesso escondido e falta de estrutura turística.

A parada seguinte é na Ponta de Mangue, conhecida por abrigar o resort Grand Oca e considerada uma das mais belas do litoral norte, cujo rio Ponta de Mangue divide a atração com a praia do Dourado.

Passeio de bugue em Maragogi é experiência única do litoral de Alagoas
Praia de Peroba, no litoral norte de Maragogi, entre Alagoas e Pernambuco

A praia de Peroba marca o limite entre Alagoas e Pernambuco, cujos bancos de areia que avançam sobre o mar e o encontro com o rio Persinunga fazem desse um dos cenários mais impressionantes do roteiro. Na época da maré baixa, o mar chega a ter um recuo de até um quilômetro de extensão.

E a gente nunca sabe onde termina o rio e onde começa o mar. Nesse trecho da viagem, dá para se banhar nos dois, praticamente, ao mesmo tempo.

Litoral sul

Separada do litoral norte pelo rio dos Paus, essa é a versão mais selvagem e cultural de Maragogi, onde é possível conhecer os famosos bolos de goma da tia Marlene, em São Bento, e as praias isoladas do sul de Maragogi que fazem divisa com a vizinha Japaratinga.

Passeio de bugue em Maragogi é experiência única do litoral de Alagoas
Litoral sul de Maragogi, em Alagoas

No roteiro de bugue por essa região de poucas construções e movimento turístico discreto, os visitantes passam pelas praias do Camacho (frequentada por pescadores e moradores locais) e a de São Bento, ambas no município de Maragogi; e as praias do Salgado, onde foi filmado o filme ‘Deus é brasileiro’, Japaratinga, Bitingui, Barreira do Boqueirão e Pontal do Boqueirão, todas em Japaratinga, cujo limite com Maragogi é marcado pelo rio de Salgado.

Para ver aquele tapete azulado sob os pés, vá até a Pousada Paraíso dos Coqueirais, na Praia do Salgado. Localizado em uma área de 35 hectares e 7.500 coqueiros, o estabelecimento abriga um mirante de madeira com vista para as praias de Japaratinga.

Passeio de bugue em Maragogi é experiência única do litoral de Alagoas
Vista do mirante da Pousada Paraíso dos Coqueirais, na praia do Salgado

Passeio de Bugue

Os passeios de bugue duram de 2h a 2h30 e custam R$ 240 para até 4 passageiros e o roteiro de 46 km cruza praias dos litorais norte e sul, entre 8h e 15h, podendo ser combinados com visitas a São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras (R$ 350 + litoral sul).

Embora a maré alta seja responsável pelos tons mais exagerados na água do mar, os passeios saem sempre no horário da maré baixa, quando bancos de areia ficam à mostra e é possível cruzar trechos da praia. As saídas acontecem tanto pela manhã como pela tarde, conforme a maré.

90% da travessia é feita pela praia, exceto em trechos de mar mais cheio no povoado de Barra Grande.

E não se iluda com o céu fechado logo cedo. As manhãs de verão costumam ser nubladas e vão se abrindo ainda antes da hora do almoço.

Por Eduardo Vessoni, do site Viagem em Pauta
Fonte: viagem.catracalivre

Everton Lemos

Sou Natural De Brasília, Apaixonado pelo Brasil e suas belezas naturais, procuro sempre conhecer e compartilhar as grandezas do nosso país.

Everton Lemos has 569 posts and counting. See all posts by Everton Lemos

Os comentários estão desativados.