Presidente Figueiredo – AM

Presidente Figueiredo – AM
5 (100%) 1 vote

 

Presidente Figueiredo - AM

Município Tem Mais De 150 Cachoeiras Em Zona Urbana E Rural

Presidente Figueiredo, no AM, tem mais de 150 cachoeiras

Cachoeiras, grutas, cavernas e observação de pássaros são os atrativos.
Cidade também atrai o público interessado em esportes radicais.

Cachoeiras De Presidente Figueiredo

Aproximadamente 159 cachoeiras, sendo 49 catalogadas, sete corredeiras, nove cavernas e grutas fazem Presidente Figueiredo ser considerado a ‘terra das cachoeiras’. O município, situado a 107 km da capital do Amazonas, integra a Região Metropolitana de Manaus (RMM), a maior região metropolitana brasileira em área territorial e a mais populosa do Norte do Brasil.

A ‘terra das cachoeiras’ é uma boa pedida, principalmente, para os interessados em turismo de aventura e o Ecoturismo. Isso devido à fartura de cachoeiras e cavernas catalogadas pela Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), o que possibilita a prática de esportes como rafting, bóia cross, caiaque, tirolesa, rapel, arvorismo e trilhas na selva. Os meses de alta temporada para a atividade turística na região são julho, dezembro e janeiro, os famosos meses de férias, mas o turista pode usufruir das belezas naturais da cidade durante o ano inteiro.

O trajeto para chegar a Presidente Figueiredo dura cerca de uma hora e meia e é feito de Manaus através da BR-174, via que também liga a capital do Amazonas a Boa Vista, em Roraima. A rodovia é uma das poucas estradas do Amazonas, um estado caracterizado pela predominância de vias fluviais como principal acesso aos 61 municípios amazonenses, e está em boas condições. A viagem pode ser feita em carro particular, ônibus fretado ou mesmo através de ônibus intermunicipais. As passagens custam R$ 17 na Rodoviária Municipal de Manaus, situada na Avenida Recife, no bairro Flores, Zona Centro-Sul da capital.

Cachoeiras
A maioria das cachoeiras é desconhecida do grande publico e estão localizadas em propriedades particulares e é necessário pagar uma taxa de R$ 10, em média, para ter acesso a elas. A altura das cachoeiras varia de três a 30 metros e elas são consideradas de pequeno a médio porte.

Há algumas restrições nas entradas das cachoeiras. De acordo com a Secretaria de Turismo de Presidente Figueiredo, objetos como facas, garrafas e copos de vidros são retidos e devolvidos aos visitantes nas saídas dos balneários. O secretário de Turismo, Cleidimar Souza, disse ao G1 que a medida é visa a segurança da população. “Objetos pontiagudos, considerados como arma branca, são barrados”, disse.

A recomendação é o uso de repelentes, botas, bermudas e camisetas leves em função da umidade do ar que é de quase 100% devido à presença das águas. “A gente sempre lembra que o turista leve uma muda de roupa e uma toalha nas visitas a cachoeiras. O grupo faz a trilha, sua e depois, finalmente, vai querer descansar se banhando nas águas”, disse o secretário de turismo.

Presidente Figueiredo - AM

Cachoeira Iracema

Cachoeira de Iracema

O Complexo Turístico Iracema Falls é um parque com algumas das maiores cachoeiras existentes em Presidente Figueiredo. Situado no km 115 da BR-174, o turista percorre uma trilha e quatro quilômetros saindo da BR-174 até o local de estacionamento. A entrada cobrada é R$ 10 por pessoa.

No local, existem as cachoeiras de Iracema e das Araras. O industriário Jonilson Alves, de 31 anos, levou a família até a Cachoeira de Iracema pela primeira vez. “É impressionante! Uma colega nos indicou a visita ao local e vamos voltar com certeza”, afirmou ao G1. Segundo o proprietário da empresa arrendatária do Iracema Falls, José Carneiro, aproximadamente 50 pessoas visitam o complexo a cada fim de semana. “O nosso público mais forte é o institucional. Duas a três vezes por semana, recebemos grupos de mais de cem pessoas. Temos visitantes avulsos também que fazem reservas até mesmo pela internet. São cerca de 40 a 50 pessoas por fim de semana”, disse, indicando o endereço do complexo na internet com o serviço de reservas.

Ainda de acordo com o proprietário, o período de verão é a alta estação. “De setembro a dezembro há mais estrangeiros visitando nosso complexo e são basicamente observadores de insetos e do galo-da-serra”, explicou mencionando a espécie de ave que tem o habitat nas florestas do Amazonas.

Presidente Figueiredo - AM

Cachoeira Do Santuário

Cachoeira do Santuário

O complexo turístico do Santuário possui cem hectares e está situado em uma Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN). O parque ecológico possui restaurante, piscinas, vasta área livre e um hotel com diárias que vencem às 14h e custam R$ 150 por casal, com direito ao café da manhã. É cobrada uma taxa de R$ 10 para entrar no complexo situado no km 12 da AM 240, estrada de Balbina.

O funcionamento do parque ecológico acontece em fins de semana. Segundo o proprietário do complexo, José Adalberto Marinho, o público procura o local mais nesses dias. “Recebemos 80 visitantes por fim de semana em baixa temporada. Quando é em alta temporada, meses de janeiro e julho, os turistas chegam ao número de 200. A procura é alta também nos feriados prolongados”, explicou ao G1.

Os valores para os apartamentos dos hoteis são variados. A diária do apartamento duplo custa R$ 180, o triplo custa R$ 225 e o quadruplo, R$ 272. A diária começa às 10h e termina às 16h do dia seguinte. Os valores incluem o café da manhã, uso da piscina e visitação aos igarapés, cachoeiras, cavernas e grutas.

Presidente Figueiredo - AM

Parque do Urubuí

Parque do Urubuí

Parque do Urubuí é o ponto central da cidade onde estão localizados os principais restaurantes. Diferentemente dos demais, tem a entrada franca e é o principal ponto de encontro dos moradores. O parque compreende a corredeira do Urubuí, uma piscina natural disponível para crianças, áreas para prática de esportes, restaurantes e áreas de vendas de artesanatos.

Presidente Figueiredo - AM

Gruta Da Judeia

Caverna Maroaga e Gruta Da Judeia

Acesso pelo km 7 da AM-240 para Balbina, 10 km
A principal atração de Presidente Figueiredo junta grutas e cachoeiras num mesmo passeio. Localizada dentro de uma área de proteção ambiental, tem limite de visitantes (60 por dia) e só pode ser visitada com o acompanhamento de um guia. O roteiro completo dura três horas e começa com uma trilha moderada passando por árvores de grande porte. Uma descida leva até a entrada da Caverna Maroaga, cujo pórtico é caprichosamente adornado por uma queda d’água. São 400 metros de galerias, mas a visita só é permitida nos seus primeiros metros. Depois, a caminhada segue contornando paredões rochosos cheio de filetes de água e cobertos por raízes até chegar à Gruta da Judeia. Aqui, há apenas a formação de pequenas reentrâncias na rocha, mas o jato de água que despenca do alto do paredão forma uma deliciosa piscina para banho. Os guias podem ser contratados no Centro de Atendimento ao Turista, e levam até cinco pessoas por R$ 100.

Matéria:G1