Olinda – PE

Olinda – PE
5 (100%) 1 vote
Olinda - PE

Carnaval De Olinda

Por Que Ir Para Olinda

Cidades irmãs separadas por apenas sete quilômetros, Recife e Olinda nasceram no período colonial e preservam com orgulho as heranças deixadas pelos portugueses e holandeses – dois povos que disputaram a ferro e fogo, literalmente, os estratégicos pedaços de terra à beira-mar. Dos patrícios restaram os encantos de Olinda, com suas ladeiras tomadas por igrejas, ateliês e restaurantes. Já Maurício de Nassau e sua tropa imprimiram como legado o bairro do Recife Antigo, hoje restaurado, colorido e movimentado.

Pôr do sol visto das ladeiras de Olinda é digno de salva de palmas Tombada como Patrimônio Cultural Mundial, Olinda faz do charme seu cartão de visitas. Com belas construções, mirantes e galerias de arte, surpreende os visitantes também de maneiras singelas – pôr do sol digno de salva de palmas, missas cantadas por monges e freiras, desfiles de blocos de maracatu em plena tarde de domingo… O ritmo, aliás, juntamente com o frevo, predomina no Carnaval da cidade, um dos mais concorridos do país, caracterizado pelos bonecos gigantes. O bucolismo estende-se ainda pelos bares e restaurantes que tomam a rua do Amparo, o pólo cultural de Olinda. Já na capital pernambucana, o visual das ladeiras é substituído por uma paisagem cortada por rios, canais e dezenas de pontes ligando um bairro ao outro. Em cada ponto, atrativos que remetem às características marcantes das principais capitais nordestinas. Recife tem praia urbana perfeita para banhos assim como João Pessoa e Maceió; efervescência cultural semelhante à de Salvador e Fortaleza; e conjuntos arquitetônicos tão imponentes quanto os de São Luis do Maranhão. De Boa Viagem – bairro que dá nome à democrática praia – ao Recife Antigo, que tem a rua do Bom Jesus como referência, há muito o que ver e fazer. São igrejas, casarios coloniais e museus que guardam a rica história do estado. A metrópole reserva ainda uma infinidade de restaurantes especializados em frutos do mar e uma vida noturna animada, embalada pelos ritmos pernambucanos. Nos arredores das cidades, a beleza natural é a marca registrada. Para o Norte ou para o Sul, em um raio de cem quilômetros, destinos como Cabo de Santo Agostinho, Porto de Galinhas e Maria Farinha convidam a passeios que podem ser feitos em um dia. No roteiro, praias para todos os gostos e estilos.

Olinda - PE

Mergulhar Naufrágios

Mergulhar nos naufrágios

Conhecido como “Capital Brasileira dos Naufrágios”, o Recife faz sucesso entre os mergulhadores. São mais de cem embarcações afundadas na região, sendo as mais procuradas as que se concentram entre Cabo de Santo Agostinho e Itamaracá. Neste trecho, há 23 pontos para a prática do esporte, com profundidades que variam entre cinco e 60 metros. A rica e colorida vida marinha, repleta de peixes, moluscos e crustáceos, atrai mergulhadores do Brasil e de diversos países. A melhor época para apreciar as belezas escondidas no fundo do mar é na primavera, quando as águas estão bem calmas e claras.

Olinda - PE

Centro Histórico De Olinda

Andar a pé pelo centro histórico de Olinda

Bater perna pelas ladeiras de Olinda é a melhor maneira de observar o belo casario, as igrejas, as paisagens e ainda curtir o clima da cidade. Comece pela Praça do Carmo e siga em direção à rua do Amparo, repleta de museus, ateliês, restaurantes e a Casa dos Bonecos Gigantes, onde ficam guardados os bonecões que desfilam durante o Carnaval. Caso seja um domingo, continue até o Largo do Varadouro para circular na feira de artesanato e, de quebra, acompanhar algum desfile de maracatu no final da tarde.

Deixe Um Comentário