Maceió – AL

Maceió – AL
5 (100%) 1 vote
Maceió
Caranguejo: Martelinho é indispensável para degustar a delícia

Por Que Ir Para Maceió

Nenhum dos 40 quilômetros de praias de Maceió consegue desapontar o visitante. São águas transparentes, com nuances que vão do verde clarinho ao azul turquesa, piscinas naturais, areias douradas e imensas manchas verdes, formadas ora por coqueirais, ora por fazendas de cana-de-açúcar. Os litorais Norte e Sul, repletos de cenários encantadores como Tabuba e Gunga, garantem aos turistas dias de férias variadas, a pequena distância dos principais hotéis.

O grande barato da capital alagoana é que as praias urbanas são tão bonitas quanto as mais afastadas. Mas é importante ficar atento às condições para banho – em Jatiúca, uma das praias mais famosas, ocasionalmente o mar está impróprio. Mesmo assim, vale a pena passear pela orla, onde se encontra uma boa infraestrutura com barracas e cadeiras para alugar, ciclovia e um imenso calçadão onde ficam as famosas tapioqueiras. Já Pajuçara é ponto de partida das jangadas que levam ao aquário natural mais visitado da cidade.

Longe da orla ficam as atrações culturais, espalhadas pelo Centro de Maceió. São igrejas em estilos arquitetônicos variados – do barroco ao gótico – e espaços que guardam a rica arte popular do Nordeste. Também no bairro histórico do Jaraguá, antiga zona boêmia, estão construções do século 19, além de antigos casarões e armazéns.

O pólo gastronômico da capital nasceu em Jatiúca, a primeira praia a ganhar destaque nos guias de turismo da região. Hoje, por toda a orla, se encontram restaurantes e quiosques com uma grande variedade de opções. Da culinária regional – regada a frutos do mar, das lagoas e dos rios – aos pratos com sotaque francês, passando pelos japoneses e até peruanos, há restaurantes para todos os gostos.

Não deixe de experimentar pelo menos um quitute que leve sururu, um saboroso molusco de propriedades afrodisíacas. Guarde ainda um espacinho para a tradicional tapioca, com mais de 30 sabores de recheio. Também típicos são os trabalhos das famosas rendeiras de Alagoas. Passada de mãe para filha, a arte confere cores e bordados a peças diversas encontradas no bairro do Pontal da Barra.

Nos arredores de Maceió, rusticidade é a palavra-chave, em especial na Costa dos Corais, ao Norte. As praias espetacularmente desertas e acessíveis pela estrada emoldurada por coqueirais, como Carro Quebrado e Tatuamunha, ficam em simples vilarejos. Em compensação, abrigam charmosas pousadas.

Já quase em Pernambuco, o destaque é Maragogi, com suas imensas piscinas naturais conhecidas como Galés. No sentido oposto, o destino é Penedo, uma bucólica cidade histórica às margens do Rio São Francisco. Dali é fácil partir para a foz do Velho Chico e apreciar o encontro de suas águas com o mar, rodeado por imensas dunas douradas.

Maceió
praias pajucara paradisiacas

As Praias De Maceió

As praias de Maceió – sejam urbanas, do litoral Norte ou do litoral Sul – têm as mesmas características: águas mornas, coqueirais e piscinas naturais. As diferenças ficam por conta dos diversos tons de verde e de azul e pelas ondas – fortes ou inexistentes.

Na orla central, as atrações incluem barracas animadas, ciclovia, pista de cooper e, no caso de Pajuçara, um passeio de jangada até à barreira de recifes, repleta de peixes coloridos e sanfoneiros!

Ao Norte, o surf e a pesca são praticados em Jacarecica e Garça Torta, enquanto Guaxuma é o point da garotada. Já o Sul guarda dois dos principais cartões-postais alagoanos – as praias do Francês, lotada no verão e nos finais de semana; e do Gunga, com estrutura de lazer que inclui mergulho livre nas piscinas naturais.

URBANAS

PAJUÇARA

Uma das mais famosas praias de Maceió, Pajuçara é bastante movimentada e procurada por famílias com crianças e mergulhadores em função de suas águas protegidas. É de lá que partem as rústicas jangadas que levam às piscinas naturais, a dois quilômetros da costa. Entre as atrações, além dos peixes, sanfoneiros e cantadores que promovem um animado forró em meio aos corais. A praia oferece ainda diversas barracas, chuveiros, ciclovia e pista de cooper.

PONTA VERDE

Considerada uma das melhores praias urbanas da cidade, Ponta Verde tem águas claras e muito calmas, boas para esportes como mergulho e o windsurf. Coqueirais, barracas – destaque para as charmosas Lopana e Kanoa – e calçadão atraem também aqueles que querem apenas curtir o alto-astral da badalada orla.

JATIÚCA

A principal característica de Jatiúca é o verde intenso de suas águas. Com boas ondas, reúne surfistas e é sede de campeonatos do esporte ao longo do ano. Barracas, ciclovia e pista de corrida compõem a infraestrutura.

CRUZ DAS ALMAS

As ondas fortes de Cruz das Almas fazem da praia ponto de encontro dos surfistas, que devem ficar atentos aos perigosos recifes submersos.

LITORAL SUL

PRAIA DO GUNGA

O extenso pontal de areia branca coberto por uma sequência de coqueiros faz da praia do Gunga um dos cartões-postais de Maceió, embora pertença ao município vizinho de Barra de São Miguel, a 39 km. Além da paisagem perfeita, oferece piscinas naturais, estrutura de lazer, bares e restaurantes.

BARRA DE SÃO MIGUEL

Praia central da cidade de Barra de São Miguel, vizinha a Maceió, São Miguel é bastante freqüentada pelos locais. Com ondas fortes na maré alta – consideradas as melhores do Estado – e piscinas naturais na baixa, incentiva à prática da pesca, do mergulho e do surf. Fica a 33 km.

PRAIA DO FRANCÊS

O movimento é constante na praia do Francês, com águas que vão do verde claro ao azul intenso. O canto esquerdo é tomado por bares e restaurantes, além de barreiras de recifes. No lado direito as ondas são fortes e boas para o surf. Fica a 21 km.

LITORAL NORTE

PARIPUEIRA

Bastante frequentada nos finais de semana, Paripueira tem bancos de areia que formam piscinas naturais, acessíveis por lanchas na maré baixa. Fica a 33 quilômetros do Centro da cidade.

SONHO VERDE

Área de preservação do peixe-boi, Sonho Verde tem coqueiros inclinados que fazem boas sombras nas áreas finas e douradas. Aos sábados e domingos fica lotada de banhistas que chegam em busca de suas águas claras e mansas protegidas por recifes. Fica a 37 quilômetros do Centro da cidade.

GUAXUMA

Frequentada pelos moradores da cidade que costumam ter casas de veraneio na região, Guaxuma é a preferida da turma jovem que se reúne nos charmosos quiosques rodeados por coqueiros. O mar perigoso não é indicado para banhos. Fica a 12 quilômetros do Centro da cidade.

GARÇA TORTA

A praia que dá nome ao vilarejo de Garça Torta tem areias finas, coqueirais e águas verde-esmeralda. Outros destaques são os currais-de-peixe, a vila de pescadores e as biroscas com cerveja gelada. Fica a 13 quilômetros do Centro da cidade.

JACARECICA

Com aspecto selvagem e mar agitado, Jacarecica é indicada para o surf e a pesca de anzol. Bares e restaurantes acompanham a orla. Fica a nove quilômetros do Centro da cidade.

PRATAGI

As ondas fracas e as piscinas naturais da bonita Pratagi são boas para banhos e atraem muitas famílias. Quiosques e coqueirais dividem espaço na areia. Para quem procura sossego, basta seguir para a esquerda e alguns passo depois não há vestígios da civilização. Fica a 18 quilômetros do Centro da cidade.

IPIOCA

A praia deserta da vila de Ipioca tem areias brancas e fofas e águas azuis praticamente sem ondas. Bancos de areia formam piscinas naturais excelentes para a prática do mergulho. No canto esquerdo fica o restaurante pé-na-areia Hibiscus, com petiscos e bebidinhas, além de pufes, tendas e gramadão. Fica a 24 quilômetros do Centro da cidade.

COSTA BRAVA

Na alta temporada, as areias fofas de Costa Brava são transformadas em quadras de vôlei e reúnem adeptos do esporte. Fica a 32 quilômetros do Centro da cidade.

TABUBA

As barracas rústicas do canto direito da praia de Tabuba são pouco frequentadas, tornando-a indicada para quem procura tranquilidade em meio a areia fofa e piscinas naturais. Fica a 38 quilômetros do Centro da cidade.

Maceió - AL
piscinas naturais da Pajuçara

Piscinas Naturais De Pajuçara

O passeio às piscinas de Pajuçara é feito através de rústicas jangadas, que levam dez minutos para atravessar os dois quilômetros entre a praia e os recifes. Formados apenas na maré baixa, os aquários naturais impressionam pelas águas claras repletas de peixes coloridos e pela estrutura das jangadas-restaurantes, que oferecem lagostas, camarões, peixes e caipirinhas de frutas típicas.

Maceió - AL
Lopana

Curtir a noite em Maceió

Point de diversas tribos, o bairro de Stella Maris é um burburinho só quando a noite cai por conta dos muitos bares. Para quem faz questão de voltar para casa com o forró na ponta do pé, o endereço é o Lampião, em Jatiúca, um bar na orla com show ao vivo e professores de plantão. O mesmo ritmo anima a badalada e enorme Maikai Choparia, também em Jatiúca, que abre espaço também para o axé, o pagode e o samba. Já nas barracas de praia Lopana e Kanoa, em Ponta Verde, DJ´e bandas animam a turma jovem até altas horas.

Maceió - AL
Mergulho

Esportes Náuticos

Os esportes náuticos são praticados em quase toda a orla de Maceió. Os mergulhadores fazem a festa nas piscinas naturais de Ipioca, Pajuçara, Paripueira, Barra de São Miguel e do Gunga. Já os surfistas marcam presença nas praias de Cruz das Almas, do Francês, Jacarecica, Ponta Verde e, em especial, Barra de São Miguel, considerada uma das melhores do estado para o esporte e sede do Campeonato Nordestino de Surfe. A pesca reúne adeptos nas praias do litoral Norte, como Garça Torta e Jacarecica; enquanto os bons ventos levam os velejadores para Jatiúca e do Francês.

Maceió - AL
Figuras de barro

Feira De Artesanato Da Pajuçara

A grande estrutura e a boa localização à beira-mar faz da feira uma das mais concorridas da capital. São 200 barracas oferecendo artigos locais e regionais. As cores e as formas diversas dão vida a matérias-primas como palha, madeira, cerâmica, fibra do coqueiro, couro e barro. No fim do dia ainda tem forró!

Maceió - AL
Estatuetas de cerâmica, artesanato típico da região.

Mercado Do Artesanato

O espaço fico próximo ao Centro da cidade, com 250 lojas repletas de artigos regionais feitos com palha, madeira, cerâmica, fibra do coqueiro, couro e barro.

Maceió - AL
Igreja bom jesus dos martírios

Tour Histórico Pelo Centro

Para apreciar os variados estilos arquitetônicos que marcaram os monumentos de Maceió e também conhecer um pouco mais da cultura local, vale visitar a região central da cidade. Por lá estão a Catedral Metropolitana e a Igreja de Bom Jesus dos Martírios, com estilos ecléticos; além dos museus Pierre Chalita, de arte sacra, e Théo Brandão, com obras populares.

Maceió - AL
Dunas de Marapé

Dunas De Marapé

A 65 km de Maceió e a 35 km de Barra de São Miguel, Dunas de Marapé fica em Jequiá da Praia. O acesso é através de travessia de barco e o local reúne um centro de lazer com estrutura de praia e restaurante, bastante movimentados. Na praia, de areia fofa, recifes e muito verde, uma das atrações é o encontro com o rio, de águas transparentes. Há passeios a cavalo, de barco e de bugue – o último leva ao alto das falésias, onde ficam as areias coloridas.

Maceió - AL
Maragogi – AL

Nas Redondezas De Maceió

Em um raio de cerca de cem quilômetros do Centro de Maceió, sentido Norte ou Sul, estão cenários rústicos e intocados. Em direção a Recife, exatamente no meio do caminho, fica Maragogi e suas famosas Galés, imensas piscinas naturais repletas de peixes. Antes de chegar ao destino, porém, vale desviar da estrada principal e pegar a Costa dos Corais, que revela gratas surpresas – praias selvagens, vilarejos bucólicos e charmosas pousadas.

Partindo para o Sul, o ponto final é a histórica e bela cidade de Penedo, às margens do Rio São Francisco. De lá partem os barcos que levam ao encontro da foz do rio com o mar, formando uma paisagem que mescla o dourado das dunas com o azul intenso das lagoas.

MARAGOGI

Na metade do caminho para Recife, a 125 quilômetros ao Norte de Maceió, fica Maragogi, conhecida por suas praias de águas calmas, extensos coqueirais e as famosas Galés, um imenso conjunto de piscinas naturais. Muita gente encara a estrada somente para passar o dia e mergulhar nas piscinas de águas limpas.

FOZ DO RIO SÃO FRANCISCO E PENEDO

O encontro das águas do Rio São Francisco com o mar de Alagoas ganha a moldura de dunas douradas, formando um delta com coqueiros e imensas lagoas de águas azuis. O passeio à foz é feito de barco e dura cerca de 45 minutos, partindo do vilarejo de Piaçabuçu, a 130 quilômetros de Maceió.

BARRA DE SANTO ANTÔNIO

A simplicidade do vilarejo de Barra de Santo Antônio cativa os visitantes, que lá encontram paisagens diversas – dos coqueiros e águas transparentes da praia do Morro às ondas fortes e falésias multicoloridas de Carro Quebrado.

CORURIPE

Trinta quilômetros de belas praias repletas de aquários naturais fazem de Coruripe, a 85 quilômetros de Maceió, um passeio perfeito para quem busca um cenário rústico e pouco explorado. Alguns trechos da orla são ocupados por canaviais e é preciso atravessar fazendas para chegar até eles.

BARRA DE SÃO MIGUEL

A cidadezinha, a 40 km, abriga um dos balneários preferidos da elite alagoana, com uma bela praia de piscinas naturais na maré baixa e ondas fortes na alta. Um dos passeios mais concorridos é o de barco, que leva à praia do Gunga.

COSTA DOS CORAIS

Entre as cidadezinhas de Barra de Santo Antônio e Maragogi estão escondidas 14 praias desertas, praticamente intocadas. Somando 40 quilômetros e espalhadas por vilas simples, são acessíveis através de uma estradinha emoldurada por coqueirais e, por não ser à beira-mar, vem garantindo a preservação destes pedaços do paraíso banhados por águas cristalinas e calmas onde deslizam jangadas de pescadores. Em meio às fazendas de coco surgem praias espetaculares como Tatuamunha (ou Gibaba), que oferece um atrativo a mais: o rio homônimo, cenário para passeios no final da tarde com direito a apreciar os peixes-boi que vivem ali.  Em seguida surge a praia de Patacho e, logo depois, a da Lage, considerada a mais perfeita da região. Fechando a rota, Barreiras do Boqueirão e Japaratinga, emolduradas por falésias coloridas, exuberantes coqueirais e confortáveis pousadas.

Maceió - AL
Piscinas naturais de Paripueira

Piscinas Naturais De Paripueira

As piscinas de Paripueira, a 2,5 quilômetros da costa, são menos concorridas que as de Pajuçara, garantindo águas ainda mais claras e maior quantidade de peixes. O passeio é feito em lanchas, dura cerca de duas horas e inclui snorkel. A praia fica a 33 quilômetros do Centro de Maceió.

Maceió - AL
Lagoa Mundaú

Passeio Pela Lagoa Mundaú

Com 600 quilômetros quadrados de superfície, a Lagoa Mundaú representa um dos maiores ecossistemas do Estado, além de importantes aspectos históricos, culturais, sociais e econômicos. Feito a bordo de saveiros, o passeio dura cerca de quatro horas. No cenário, nove ilhas onde vivem pescadores e rendeiras, vegetação de restinga e manguezais, peixes e crustáceos diversos, além de praias isoladas. As embarcações partem do bairro do Pontal da Barra, onde vivem as mais famosas rendeiras de Maceió.

Deixe Um Comentário