Pôr Do Sol Praia Do Jacaré

Avaliação
Pôr Do Sol Praia Do Jacaré
por do sol praia do jacare

Pôr Do Sol Na Praia Do Jacaré

O pôr do sol ganhou trilha sonora em João Pessoa. Todos os dias, quando o astro-rei dá os últimos suspiros na praia fluvial do Jacaré, o saxofonista “Jurady do Sax” entoa nada menos que o “Bolero”, de Ravel.

A Praia Fluvial do Jacaré, no município de Cabedelo (vizinho de João Pessoa), é responsável por um grande espetáculo a céu aberto: o pôr do sol ao som de Jurandy do Sax. Todas as tardes, na hora do pôr do sol, a praia e seus bares ficam cheios de turistas e moradores para observar a despedida do sol ao som do Bolero de Ravel. Jurandy toca o Bolero todos os dias e se apresenta em um barco que passeia pelo Rio Paraíba – todo o conjunto da cerimônia faz com que o pôr do sol do Jacaré seja um dos mais conhecidos do Brasil.

Apesar de a praia ser um local público, quem não paga para ver o momento mais aguardado do dia fica em uma posição desconfortável e precisa se restringir às disputadas muretas com vista para o rio. A área onde Jurandy toca seu sax é cercada por bares, que exigem um couvert para entrada. Dessa forma, é necessário pagar cerca de R$ 7 para ficar em algum dos bares – e ter uma vista privilegiada. Em cada dia da semana, o saxofonista Jurandy termina seu show entrando em um dos bares, garantindo a felicidade dos visitantes.

Outra opção para ver o sol se pondo é fazer um passeio de barco, que garante uma vista da embarcação e um passeio pelo manguezal ao redor da praia por R$ 25.

Esse é um programa imperdível para fazer na cidade, onde quase 100% das pessoas saem satisfeitas e surpreendidas pela junção do espetáculo artístico e e do natural. Lembre-se de chegar cedo e garantir um bom lugar, pois todos os dias a praia fica cheia de gente.

Para chegar à Praia do Jacaré, recomendamos ir de carro ou contratar o transfer com uma empresa turística. Caso esteja em um grupo de pessoas, o táxi também pode valer a pena.

Conheça Mais Sobre João Pessoa – PB

Os comentários estão desativados.