Rio De Janeiro – RJ

Rio De Janeiro – RJ
4.7 (93.33%) 3 votes
Rio De Janeiro - RJ

Rio De Janeiro – RJ

Por Que ir Para o Rio De Janeiro

Nenhuma outra cidade do mundo ostentaria com tanto charme o título de “Maravilhosa” como o Rio de Janeiro. Aos caprichos da natureza, que colocou mar e montanha lado a lado em perfeita harmonia, juntam-se o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Maracanã e o estilo de vida despojado e festeiro do carioca. Mais que um cartão-postal, o Rio é um estado de espírito, sempre alegre e de alto-astral. Também, pudera – a cidade tem cerca de 30 quilômetros de orla contornada por calçadões e ciclovias tomadas por gente o dia inteiro caminhando, pedalando, correndo ou apenas observando o movimento. Bares e casas noturnas da Lapa revelam as muitas facetas da boemia carioca Além das praias – da democrática Copacabana à extensa Barra da Tijuca, passando pela neo-hippie Ipanema – tem ainda a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Parque do Flamengo e a Floresta Tijuca, emolduradas por belos cenários naturais e espaços de sobra para a prática de esportes ao ar livre.
O Rio, porém, também é da noite e reflete na Lapa toda a sua boemia. O bairro, que passou por um longo período de decadência, volta a ser ponto de encontro dos fãs do samba – mas também abre espaço para os mais diversos estilos musicais que invadem casas como o Circo Voador e a Fundição Progresso. Pertinho da Lapa, a antiga capital do Império e da República guarda um belíssimo acervo arquitetônico dos séculos 19 e 20 que hoje abriga museus e espaços culturais. Reunidos no Centro da cidade, os prédios podem ser conhecidos em um passeio a pé pela Cinelândia, onde estão construções como o Teatro Municipal e o Museu Nacional de Belas Artes; e arredores da Praça XV, contornada pelo Paço Imperial, o Centro Cultural Banco do Brasil, a Casa França-Brasil… Uma vez na região central, aproveite para aportar no bucólico bairro de Santa Teresa, com ruas estreitas e repletas de sobrados que funcionam como ateliês, bares e lojas.
Badalada por natureza – o Rio é sede de grandes eventos culturais e esportivos ao longo do ano -, a cidade fica ainda mais movimentada no verão, quando as duas principais festas do país atraem gente do mundo todo. No Réveillon, toneladas de fogos de artifício colorem os céus de Copacabana para saudar o Ano Novo, enquanto no Carnaval a folia toma conta das ruas, tendo sua apoteose no Sambódromo, cenário dos concorridos desfiles das escolas de samba. E por falar nas agremiações, assim como elas e os times de futebol, todo carioca tem seu boteco do coração. Programa obrigatório depois da praia, o chopp bem tirado conduz aos botequins – pés-sujos ou bem limpinhos – onde petiscos como caldinho de feijão, pastéis e sanduíches de pernil valem por uma refeição.

Rio De Janeiro - RJ

Rio De Janeiro – RJ

Programa De Carioca

Curtir a Lagoa, ir às livrarias do Leblon, tomar chopp… A orla da Lagoa Rodrigo de Freitas é frequentemente tomada pelos cariocas, seja para caminhar, correr, pedalar ou simplesmente passear com a família e petiscar nos muitos quiosques com música ao vivo. Não muito longe dali, as aconchegantes livrarias do Leblon, um dos bairros mais charmosos da cidade, ficam abertas até altas horas mesmo nos dias em que não são cenários de lançamentos. Por toda a Zona Sul, botequins tradicionais e moderninhos, além de casas de sucos, disputam as esquinas. Para acompanhar o chope, não hesite em experimentar acepipes como pastéis e bolinhos. Já os refrescos pedem um sanduba natural.

Rio De Janeiro - RJ

Rio De Janeiro – RJ

Programa De Turista

Principais ícones cariocas, o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar são passeios obrigatórios para quem vem ao Rio de Janeiro. Em ambos os cartões-postais, as paisagens descortinadas mostram o porquê da cidade ter o título de “maravilhosa”. Em terra firme, construções como o Maracanã e a Cidade do Samba revelam a magia do futebol e do Carnaval.

PÃO DE AÇÚCAR 

A emoção do passeio ao Pão de Açúcar começa bem antes de se chegar ao topo do morro, a 400 metros acima do nível do mar. A aventura tem início com a viagem de bondinho, um teleférico envidraçado que apresenta detalhes e ângulos únicos da perfeita geografia carioca.

MARACANÃ

Depois de uma gigantesca reforma, o novo Maracanã foi reaberto em abril de 2013. Mais que um monumento esportivo, o estádio é um atrativo cultural e turístico, recebendo visitantes até mesmo em dias em que não há jogos. Para os apaixonados por futebol há tours guiados que conduzem à beira do gramado, arquibancadas, vestiário, tribuna de honra, sala de imprensa, Hall da Fama – onde estão as marcas dos pés de jogadores famosos – e ao Museu do Futebol, com fotos e imagens das mais belas jogadas feitas no maior estádio do mundo. Logo após a Copa do Mundo de 2014 o estádio ganhou mais atrações: o uniforme usado por Garrincha na conquista do bi da Copa do Mundo em 1962, no Chile; e espaços em que o visitante pode experimentar a sensação de cobrar um pênalti e escutar os sons produzidos pelas torcidas, o “Maracasom”. Há ainda uma maquete impressa em 3D e loja com produtos do Botafogo, Flamengo, Fluminense, Vasco da Gama além, da seleção brasileira. O passeio pode ser feito na companhia de um guia ou com audioguia (disponível em português, espanhol e inglês).

SANTA TERESA

Um dos cenários mais pitorescos do Rio de Janeiro, Santa Teresa fica no alto de uma colina recortada pelos trilhos do velho bondinho elétrico, que voltará a circular pelas ruas estreitas do bairro em 2015, segundo o Governo do Estado. Repleta de largos e espaços culturais que revelam paisagens das zonas Norte, Sul e Centro, ‘Santa’ é tomada por sobrados que abrigam ateliês, lojinhas de artesanato, bares e restaurantes. Um dos prédios mais importantes é o Convento de Santa Teresa, erguido no século 19 e que deu nome ao bairro. Quem optar por chegar até lá a pé, partindo da Lapa, terá a oportunidade de conhecer a mais famosa escadaria da cidade – a Selarón, com 215 degraus recobertos de mosaicos de cerâmica nas cores verde, amarelo e azul. A escada foi batizada com o nome do artista plástico chileno que assina a obra.

CIDADE DO SAMBA

Mais novo atrativo turístico carioca, a Cidade do Samba garante o clima de Carnaval o ano inteiro. O parque temático ocupa uma área de 114 mil metros quadrados na zona portuária e abriga os galpões das principais escolas de samba do Rio de Janeiro. Através das oficinas é possível acompanhar de perto a produção de carros alegóricos e de fantasias. Nas noites de quinta-feira, um espetáculo dirigido pelo coreógrafo Carlinhos de Jesus reúne passistas, ritmistas, baianas e casais de mestre-sala e porta-bandeiras terminando com um mini-desfile de Carnaval.

SAMBÓDROMO

Inaugurado em 1984 e batizado como Avenida dos Desfiles, o Sambódromo recebe visitantes o ano inteiro, que se contentam em apreciar a passarela do samba, de apenas 700 metros, completamente vazia. A Praça da Apoteose serve de pano de fundo para as fotografias de recordação.

MIRANTE DONA MARTA

A 360 metros de altitude, o mirante descortina o Pão de Açúcar, o Maracanã, a Baía de Guanabara e o Cristo Redentor. O acesso de carro é feito pela Estrada das Paineiras. Prefira ir nos finais de semana, quando o movimento de pessoas é maior. Como chegar: Acesso pela Estrada das Paineiras (seguir pela R. Cosme Velho até à Ladeira dos Guararapes. Na ladeira, entrar na rua Conselheiro Lampreia, à direita. A partir daí, já na Estrada das Paineiras, seguir as placas indicativas)

VISTA CHINESA

A construção em estilo oriental fica a 380 metros de altura em meio à Floresta da Tijuca, descortinando uma das mais bonitas vistas da cidade, tendo o Cristo, a Lagoa, o Pão de Açúcar e as praias da zona Sul como pano de fundo. Como chegar: Acesso pelo bairro do Jardim Botânico (seguir pela R. Rua Pacheco Leão acompanhando as placas indicativas para o Parque Nacional da Floresta da Tijuca)

CENTRO DE TRADIÇÕES NORDESTINAS (FEIRA DE SÃO CRISTÓVÃO)A tradicional Feira de São Cristóvão ganhou nova roupagem, mas a animação continua a mesma. O espaço de 34 mil metros quadrados oferece 700 barracas padronizadas, dois palcos para shows, praça de repentistas, estacionamento e banco. De segunda a quinta, funciona apenas para almoço de comidas típicas, mas de sexta a domingo a programação é ininterrupta.

PRAIA DE COPACABANA

Talvez a praia mais conhecida e frequentada do Brasil no mundo. Praia que se localiza na zona sul da cidade do Rio de Janeiro, onde temos como frequentadores uma grande diversidade de pessoas do Brasil e do mundo inteiro. Em sua orla existe um belíssimo calçadão com quiosques que servem diversas variedades de petiscos e bebidas.

CRISTO REDENTOR

Considerado uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo Moderno, o Cristo Redentor é uma estátua grandiosa que fica no Morro do Corcovado. O monumento é a imagem da fé e da simpatia do carioca (como é chamado quem nasce na cidade) e é uma parada obrigatória no roteiro de quem visita o Rio.

PRAIA DE IPANEMA

A praia mais charmosa da cidade do Rio de Janeiro se encontra na zona sul da cidade, no bairro de Ipanema onde moram na sua maioria pessoas de classe média alta. Ela já foi tema de música de grandes compositores. Esta praia é frequentada por belas mulheres e homens sarados, famosos e anônimos.

CORCOVADO

O Corcovado possui 710m de altitude e é o principal ponto turístico do Rio de Janeiro. Localizado dentro dos limites do Parque Nacional da Tijuca, é o pedestal da estátua do Cristo Redentor, cartão postal carioca e uma das sete maravilhas do mundo moderno.

FLORESTA DA TIJUCA

Apesar de sua beleza incontestável está floresta não é original. É mata secundária ou seja foi toda replantada. Foi na época do Imperador Pedro II, que se verificou o forte desmatamento da região, causado pelas fazendas de café e estava prejudicando o abastecimento de água potável da então capital do Império. Iniciou-se o trabalho de reflorestamento com escravos em 1861. A pessoa responsável pelo reflorestamento, apontada pelo Imperador Pedro II, foi o Major Gomes Archer, o primeiro administrador da floresta. Foram plantadas 100 mil mudas em 13 anos, principalmente espécies nativas da Mata Atlântica.

LEBLON

O Leblon é um dos bairros mais nobres, valorizados e famosos do Rio de Janeiro. Sua proximidade com a praia proporciona um ambiente sempre agradável e cheio de gente bonita. Além disso, existem vários barzinhos, restaurantes, praças e shoppings, fazendo deste um bairro bastante completo para todas as idades.

BAIRRO BOTAFOGO

Botafogo é um bairro da Zona Sul da cidade do Rio de Janeiro, no Brasil. Com cerca de 100 000 habitantes, o bairro é conhecido por abrigar um dos principais cartões-postais do país: a Enseada de Botafogo, com os morros do Pão de Açúcar e da Urca ao fundo. Apresenta cinemas, teatros, shoppings centers, boates, casas de show, museus, centros empresariais, consulados, clínicas e hospitais e algumas mansões preservadas do fim do século XIX e do início do século XX.

LAGOA RODRIGO DE FREITAS

A Lagoa Rodrigo de Freitas é um dos principais cartões postais do Rio de Janeiro. Alvo não só dos atletas que percorrem seus 7 km em corridas, bicicleta ou mesmo andando, a Lagoa como é chamada pelos cariocas possui muitos atrativos que muitos turistas não conhecem.

THEATRO MUNICIPAL

Inaugurado em 1909, o Theatro Municipal é uma das principais casas de espetáculo do Brasil e da América Latina. Recentemente, passou por uma ampla reforma, onde preciosidades como um grande painel original do italiano Eliseu Visconti foram resgatadas. Importantes áreas do Theatro foram restauradas, com destaque para a imponente águia de 350kg que enfeita o topo da construção, que recebeu 8 mil folhas de ouro 23 quilates de douramento.

ARPOADOR

Arpoador é o nome dado à praia e também à pedra situadas entre as praias de Ipanema e do Diabo. O lugar é conhecido como uma das vistas mais espetaculares do Rio de Janeiro. Do topo da pedra avista-se de um lado Ipanema e Leblon, e do outro Copacabana e Leme, e até mesmo o Pão de Açúcar. Próximo ao Posto 7, onde ficam os salva-vidas, foram instalados holofotes que permitem o surf e o nado até mesmo depois de anoitecer.

PARQUE LAGE

Originário de um antigo engenho de açúcar, o parque faz parte da memória histórica da cidade. Em 1957, foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como patrimônio histórico e cultural da cidade do Rio de Janeiro.

RECREIO DOS BANDEIRANTES

A praia do Recreio dos Bandeirantes é uma continuação da Barra da Tijuca, porém menor, com apenas dois quilômetros de extensão. Suas areias claras e boas ondas atraem banhistas e surfistas. O posto 10 é conhecido por ter os melhores picos.

Deixe Um Comentário