Cáceres – MT

Cáceres – MT
5 (100%) 1 vote

Cáceres - Mato Grosso

Por que ir para Cáceres

A localização privilegiada – às margens do rio Paraguai – faz de Cáceres um ponto perfeito para a partida de barcos pesqueiros. Tal característica garantiu à cidade a realização de um dos maiores torneios do Brasil, o Festival Internacional de Pesca, que acontece entre o final do mês de abril e o início de maio. Além da competição embarcada, a programação do evento reúne feira náutica e shows.

Quem não pesca, também se diverte! Tem passeio de barco para admirar as belezas naturais do entorno do rio; e de chalana, para curtir uma expedição fotográfica, em especial ao pôr do sol.

Alguns passeios são guiados e contam um pouco da história de Cáceres e do Rio Paraguai. Com sorte, aprecia-se os ninhos de pássaros de diversas espécies ou animais típicos do Pantanal – 50% da vegetação da região é pantaneira. É possível, ainda, hospedar-se em um barco hotel.

Entre uma pescaria e outra, circule pelo centro histórico, apinhado de casarões do século 19. As suntuosas construções remetem à época em que a cidade abrigava um dos portos mais importantes do rio Paraguai.

Nos arredores, observa-se as fazendas que produziam açúcar, cachaça e carne. Algumas propriedades foram transformadas em hotéis e oferecem cavalgadas pela região, entre outras atividades rurais.

Cavernas e lagoas também estão entre as atrações de Cáceres. Inclua no roteiro as lagoas de Gaíva, Mandioré e Uberaba; além das grutas do Barreiro e do Quilombo. Para os mergulhadores, a bela dolina Água Milagrosa é um mistério – o fundo nunca foi alcançado. A cidade oferece ainda trilhas para caminhada, cachoeiras, balneários, prainhas para pesca e banho…

Dolina Da Água Milagrosa

Dolina Da Água Milagrosa

A 25 km de Cáceres, escondida na região chamada Piraputanga, a dolina Água Milagrosa é considerada um dos melhores pontos de mergulho no Mato Grosso. Com águas cristalinas em tom azul turquesa (ou verde esmeralda, dependendo da época do ano e da incidência do sol), tem 50 metros de largura e mais de 180 metros de profundidade – seu fim nunca foi encontrado.

O espelho d´água fica em uma propriedade particular e é cercado de paredões e muita vegetação, exigindo esforço para ser alcançado. É preciso percorrer uma trilha leve de 850 metros em meio à mata nativa e descer uma escadaria irregular de madeira íngreme com mais de 150 degraus.

Atualmente, a dolina é aberta para mergulho autônomo, contemplação da cavidade e trilha para caminhada, sendo que todas requerem acompanhamento de monitor ou guia – por estar localizada em um morro de calcário, é bastante frágil e exige limite máximo de visitações por dia. A propriedade também dispõe de uma pequena pousada e um restaurante de comida caseira.

O acesso é pela MT-343 (Km 12, direção Barra do Bugre). Para visitar a dolina é preciso fazer agendamento. Informações (SICMATUR) – 3222-3455.

passeio de barco em cáceres

Passeio De Barco

Os passeios de barco e de chalana pelo rio Paraguai são acompanhados por guias, que contam a história do rio e de sua importância para o desenvolvimento da cidade. Em meio às belas paisagens naturais surgem ninhos de aves e animais típicos do Pantanal, cenários perfeitos para os fãs de expedições fotográficas. No fim do dia, é possível acompanhar o pôr do sol das embarcações.

Fonte: férias brasil