Pirenópolis - GO
Cachoeira Da Meia Lua

Por Que Ir Para Pirenópolis

Pirenópolis já encantava os turistas antes mesmo de ser apresentada ao Brasil como a cidade dos “Dois filhos de Francisco”. Terra natal da dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano e cenário do filme que conta a trajetória dos músicos, a pequena Piri é famosa pelo preservado casario colonial e pelas singelas igrejinhas espalhadas por ladeiras e ruas de pedra.

Nos arredores, a cidade esconde reservas ecológicas repletas de cachoeiras perfeitas para banhos ou prática de atividades como o rapel.

Tem ainda trilhas para caminhadas que levam aos mirantes naturais da Serra dos Pirineus; rios para a prática de rafting e bóia-cross; e fazendas históricas, como a Babilônia, que guardam memórias e lembranças do século 18.

Com boa infraestrutura de hospedagem e serviços, Pirenópolis tem movimento constante nos finais de semana. Mas a cidade fica lotada, de verdade mesmo, é durante as comemorações da Festa do Divino, considerada uma das manifestações folclóricas mais bonitas do Brasil.

São três dias de evento, sendo a Cavalhada o ponto alto dos festejos – trata-se de uma encenação onde os cavaleiros revivem lutas medievais envolvendo mouros e cristãos. A festa tem data móvel e acontece 45 dias depois da Páscoa.

Pirenópolis - GO
Festa Do Divino

FESTA DO DIVINO

Tradicional em diversas regiões do país, a Festa do Divino Espírito Santo acontece também em Pirenópolis. Um detalhe, porém, faz a diferença: o evento realizado na pequena cidade goiana é considerado o mais bonito do Brasil e atrai milhares de turistas. O fato se deve à Cavalhada, uma bela e emocionante encenação onde os cavaleiros revivem lutas medievais envolvendo mouros e cristãos. A festa folclórica dura três dias e acontece um mês e meio depois da Páscoa. A programação inclui ainda coroação do imperador, espetáculos de fogos de artifício, repique de sinos e procissão de bandeiras. Os eventos são sempre acompanhados pelos mascarados, que se fantasiam com coloridas cabeças de boi ou de onça e divertem a garotada.

Pirenópolis - GO
Centro Histórico De Pirenópolis

ATRATIVOS CULTURAIS EM PIRENÓPOLIS

Um passeio pelo Centro Histórico de Pirenópolis remete a uma viagem no tempo. As construções coloniais, como sobrados e igrejas, enchem de charme as ruas e as ladeiras calçadas em pedra.

IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

A igreja de 1728 é considerada a mais antiga de Goiás. Um incêndio em 2002 destruiu boa parte do interior, onde pinturas e detalhes em ouro ornamentavam os altares. As obras de restauração começaram em 2003 e ainda continuam, porém, não impedem a visita à construção.

CENTRO HISTÓRICO

Tombada pelo IPHAN em 1989, a cidade conserva o casario colonial. Pelas ladeiras calçadas em paralelepípedos do centro antigo estão espalhadas construções branquinhas de janelas coloridas, igrejas e espaços culturais. O cenário fica ainda mais bonito à noite, quando são acesas antigas luminárias.

IGREJA DE NOSSO SENHOR DO BONFIM

A igreja foi construída por escravos entre 1750 e 1754. O destaque é o altar-mor, que guarda a imagem do Senhor do Bonfim em tamanho natural, feita em madeira e trazida da Bahia.

TEATRO DE PIRENÓPOLIS

O espaço foi em erguido 1899 com donativos da população. Várias reformas foram feitas, porém, sempre preservando a fachada, as estruturas e os desenhos originais da casa, que comporta até 160 pessoas espalhadas entre platéia e camarotes.

MUSEU DAS CAVALHADAS

O colorido museu reúne indumentárias e objetos que contam a história da Festa do Divino, a mais tradicional da região.

Pirenópolis - GO
Cachoeira Do Abade

Curtir As Cachoeiras

A Serra dos Pirineus abriga cachoeiras para todos os gostos – caudalosas, repletas de piscinas, perfeitas para a prática de rapel… A maioria fica dentro de reservas ecológicas, o que significa o pagamento de ingresso. É recomendável contratar guias, uma vez que o acesso para algumas exige longas caminhadas.

CACHOEIRA DO DRAGÃO VÁRZEA DO LOBO

Escondida na Reserva Ecológica Várzea do Fogo, tem acesso depois de quatro horas de caminhada média. Ao longo do percurso há oito cachoeiras com poços para banho e um mirante que descortina a bela queda, que chega a 70 metros.

CACHOEIRA DO ABADE

A mata emoldura a cascata de 22 metros que forma um grande poço de águas verdes. É procurada também para a prática de rapel.

CACHOEIRA DO ROSÁRIO

Com 40 metros de queda, Rosário é procurada para a prática de rapel – a aventura termina em uma bela piscina natural. A cachoeira fica no Santuário das Araras e é acessível por trilha (uma hora de caminhada). O espaço oferece, ainda, mirante e almoço caipira.

CACHOEIRAS DA MEIA-LUA E DA USINA VELHA

As cachoeiras formam uma seqüência de quedas – a maior tem dez metros de altura – que termina em uma piscina natural.

CACHOEIRAS DO LÁZARO E DE SANTA MARIA

Ambas ficam na reserva de Vargem Grande e formam bons poços para banho. A de Santa Maria, de oito metros de queda, é acessível por trilha fácil e que exige apenas dez minutos de caminhada. Já para apreciar os 15 metros da cachoeira do Lázaro é preciso andar meia hora.

Pirenópolis - GO
Fazenda Babilonia

FAZENDA BABILÔNIA

O antigo engenho de cana-de-açúcar foi erguido em fins do século 18. Tombada como Patrimônio Histórico pelo IPHAN, a bonita construção mantém preservada a arquitetura colonial e os muros de pedra esculpidos pelos escravos. No interior, chama a atenção a capela original dedicada à Nossa Senhora da Conceição. De pequenas dimensões, conserva o assoalho de madeira, os forros pintados com as imagens de São Joaquim e de Santana e o altar com a imagem da santa. Nos finais de semana e feriados, o passeio pela propriedade termina com um café colonial inspirado em antigas receitas da região. A mesa farta reúne mais de 40 delícias produzidas na fazenda, como lingüiça, carne assada, galinha caipira, paçoca de carne-seca, queijos, biscoitos, bolos, pamonhas e pães. Para acompanhar, sucos de frutas da época e caldo de cana.

Pirenópolis - GO
Morro Do Cabeludo

PARQUE ESTADUAL DOS PIRENEUS

Espalhado por uma área de quase três mil hectares, o parque oferece trilhas, cachoeiras com poços para banhos e o mirante do pico da Capelinha, o segundo mais alto do Estado, a 1.385 metros de altitude.

Pirenópolis - GO
Rapel Cachoeira Do Rosário

PRATICAR ESPORTES DE AVENTURA

A natureza privilegiada que emoldura Pirenópolis faz da cidade um concorrido point para a prática de esportes de aventura. O rapel é feito nas cachoeiras da Serra dos Pirineus, repletas de trilhas para caminhada; enquanto os adeptos do rafting e do bóia-cross batem ponto nas corredeiras dos rios do Peixe e das Almas nos meses de verão. Já os fãs da tirolesa, cavalgada e escalada encontram todas as condições para curtir as atividades na Fazenda Tabapuã dos Pireneus.

Pirenópolis - GO
Santuário Da Vida Silvestre Vagafogo

SANTUÁRIO DE VIDA SILVESTRE VAGAFOGO

A fauna e a flora típicas do cerrado estão por toda a parte e convidam a caminhadas. Em meio a trilhas surgem passarelas de madeira, cachoeiras e piscinas naturais. O espaço oferece ainda atividades como arvorismo e rapel. Nos finais de semana é servido café colonial com cerca de 50 itens típicos de fazenda.

Pirenópolis – GO
5 (100%) 1 vote