São Sebastião – SP

São Sebastião – SP
4.5 (90%) 2 votes

Litoral Norte De São Paulo - São Sebastião

São Sebastião São Paulo

Com cem quilômetros de litoral recortado por enseadas e ilhas, São Sebastião tem praias que agradam a todas as tribos – da badalada Maresias, repleta de surfistas; às selvagens e escondidas como Juréia. Duas características, entretanto, são comuns a todas elas: o belo cenário emoldurado pela Mata Atlântica que recobre a Serra do Mar e a infraestrutura – cada praia tem vida própria, com pousadas, bares, restaurantes, lojas… É  caso de Cambury, Boiçucanga, Juquehy, Barra do Una e da já citada Maresias, as mais conhecidas e que ficam lotadas nos feriadões e na alta temporada. 

Com tanto movimento, a animação na noite é garantida. Nas avenidas tomadas por bares transados e restaurantes sofisticados, o congestionamento é constante. E continua nos acessos para as boates, onde as pistas fervem até o amanhecer. 

Apesar do burburinho ao seu redor, São Sebastião preserva núcleos históricos no Centro, tomado por um simpático casario colonial; e nas praias, onde as capelas caiçaras mantém o singelo traçado original dos séculos 17 e 18.

Para estreitar ainda mais os laços com a natureza, há passeios de lancha pelas ilhas Montão de Trigo, dos Gatos, das Couves e ao arquipélago As Ilhas, pontos indicados para a prática do mergulho.

Os adeptos da canoagem encontram rios e praias para remar um dia inteiro, enquanto os fãs da caminhada têm trilhas de todos os níveis à disposição, incluindo no roteiro refrescantes banhos de cachoeira.

Maresias - São Sebastião

Badalada vila tem movimento dia e noite Enviada por Celso Moraes (Prefeitura de São Sebastião)

Maresias

A badalada praia que da nome à vila é o ponto de encontro da juventude dourada paulistana, que marca presença nos feriadões e férias, dividindo espaço com os surfistas. Para fugir do burburinho, siga para Toque-Toque Pequeno, mais vazia e bucólica. À noite, o movimento migra para os bares e restaurantes da Rua Sebastião Romão César. Depois do jantar, todos os caminhos levam às boates da região, com música eletrônica agitando a pista até o amanhecer.

Dica enviada por Célinha ( ao site férias Brasil)
Esteve lá com amigos em Setembro/2007 e achou Excelente! 

Praia limpa, de areias claras e de clima excelente para a prática de surf.
Excelentes opções de restaurante e lanchonetes para todos os bolsos e gostos, gente bonita, animada são sempre vistas circulando pelo point. Para fechar o passeio com chave de ouro é só se dirigir ao Sirena, super casa noturna frequentada por muitos gatos e gatas. Atenção: Se estiver afim de conhecer o Sirena vá preparado, pois a entrada é bem salgada mas vale a pena conferir.

Point da juventude, Camburi

Point da juventude, Camburi brinda os surfistas com boas ondas
Enviada por Imago Fotógrafos (Embratur)

Pegar onda em Camburi

A praia que dá nome à vila é procurada pelos adeptos do surf, que lá encontram boas formações. Os jovens são maioria nas areias, nos bares e nos restaurantes.

Pôr Do Sol Em Boiçucanga

Pôr do sol é concorrido por aqui
Enviada por Duda Hawaii – PMSS

Pôr do sol em Boiçucanga

Depois de curtir a movimentação da praia de Camburi, frequentada por jovens e surfistas, tome o rumo de Boiçucanga para conferir o belo pôr do sol. Ao anoitecer, todos os caminhos levam aos bares e restaurantes sofisticados da Estrada do Camburi.

Centro Histórico de São Sebastião

Canhões
Enviada por MAURÃO

Centro Histórico de São Sebastião

O Centro Histórico de São Sebastião abriga um preservado casario colonial, com prédios datados dos séculos 17 e 18. Uma voltinha a pé a partir da Rua da Praia (que margeia todo o canal) apresenta os principais destaques: a Igreja Matriz, a Casa de Câmara e Cadeia Pública, a Capela de São Gonçalo (com Museu de Arte Sacra) e a Casa Esperança. Os arredores também guardam lembranças como o Sítio Arqueológico de São Francisco, em emio á Serra do Mar.

Passeio de caiaque pelos rios Una e Cubatão

Adeptos da canoagem curtem as águas calmas do rio Una
Enviada por Gustavo Nascimento (Prefeitura de São Sebastião)

Passeio de caiaque pelos rios Una e Cubatão

Com saídas de  Barra do Una, os passeios de caiaque duram cerca de três horas em meio à Mata Atlântica. São dois roteiros: o que desce o rio Cubatão e segue até o encontro com o rio Una é indicado para iniciantes. Já o que parte do Una e vai até o encontro com o rio Cristina é mais puxado.

Parque Estadual Serra Do Mar - Praia Brava

Parque Estadual Serra Do Mar

O parque se espalha por uma área de 315 mil hectares – a maior área de proteção integral de Mata Atlântica do país, abrangendo parcialmente 23 municípios. Cerca de 70% do território de São Sebastião estão integrados ao parque, porém, apenas uma única praia da cidade está completamente inserida nos limites da área de preservação: a praia Brava. O parque abriga ainda a Cachoeira do Ribeirão do Itu, com três quedas; e o Sítio Arqueológico de São Francisco, tombado pelo Iphan, com ruínas do século 17 – entre elas, colunas de uma antiga capela, um forno de melaço e parte de um sistema de captação de água das cachoeiras.

Para percorrer as duas trilhas existentes no parque é obrigarório contratar guia. A sede fica em Juqueí, a 50 quilômetros do Centro de São Sebastião. As atrações, porém, estão ao longo da Rio-Santos.

Passeio de lancha Em São Sebastião

Bela manhã no paraíso. Enviada por Marcia Bete

Passeio de lancha

As belas ilhas do Montão de Trigo e das Couves, além do arquipélago As Ilhas são acessíveis em passeios de lancha. O tour tem duração de quatro horas e inclui paradas para mergulho em águas transparentes. No verão, golfinhos costumam aparecer pelo caminho.

Cachoeiras Em São Sebastião São Paulo

Circuito apresenta três cachoeiras
Enviada por Celso Moraes – PMSS

Cachoeiras Em São Sebastião

Dois complexos de cachoeiras chamam a atenção na região. Um é o da Cachoeira do Ribeirão do Itu, com três quedas, que fica no final da Estrada do Cascalho, em Boiçucanga (acesso pelo Km 162,5 da Rio-Santos). A primeira cachoeira, a da Pedra Lisa, tem piscina natural formada por uma ducha que despenca de 40 metros, perfeita para a prática de rapel. Como o acesso é fácil (30 minutos de caminhada), ela lota nos fins de semana.

Para chegar à segunda queda, a trilha é mais complicada e exige o acompanhamento de um guia. Ela leva à Cachoeira Samambaia-Açu (45 minutos de caminhada), com 20 m de queda e cânion onde é praticado cascading; e à Cachoeira da Serpente (mais 15 minutos de caminhada), a mais bonita, com poço de águas profundas. O percurso total tem cerca de 8 km, ida e volta. Na entrada da trilha há estacionamento pago.

Já Cachoeira de Camburi fica na região conhecida como Sertão do Cacau. O conjunto de três quedas forma piscinas naturais cristalinas. A partir do Km 166 da Rio-Santos, são três quilômetros terra até a área de estacionamento, próxima ao rio Camburi. Depois, 30 minutos em trilhas moderadas. É obrigatório acompanhamento de guia.

Para contratar guias, entre em contato com a Secretaria de Turismo – Tel: (12) 3892-2620 / 3892-2206.

Foto: Melhores Destinos Do Brasil

Praia Da Baleia

Dizem que seu nome vem de uma pequena ilha próximo, cujo formato lembra uma baleia. Com areia bem firme e águas tranquilas e límpidas que parecem uma piscina a praia da baleia possui vários condomínios residenciais e casas de veraneio.

Fonte: Férias Brasil