Lagoa Encantada

Avaliação
Lagoa Encantada Em Ilhéus

Lagoa Encantada

Lagoa Encantada

A Lagoa Encantada está envolvida por uma Área de Proteção Ambiental. Além da paisagem formada por um espelho d’água de 6,4 km2 – cercado por fazendas e mata nativa, um espetáculo natural desperta a curiosidade e a imaginação: as ilhas flutuantes que se movem de uma margem à outra da lagoa, ao sabor dos ventos e da correnteza formada pelo ribeirões que a alimentam, como Lagoa Pequena e Serrapilheira. Conhecida no passado como “Lagoa de Ilhéus”, guarda as mais interessantes lendas que fazem parte do folclore ilheense, devido à presença dessas ilhas flutuantes que parecem transformar-se em seres místicos, a exemplo do “lobisomen” e da “mula sem cabeça”. O poeta Cyro de Mattos retrata a Lagoa como “encantada porque nela existe uma cidade submersa, com navios iluminados e até galos clarinetam na madrugada (…) ilhas se movem, o vento inventa uma música de harpa (…). Os moradores mais antigos dizem que a lua deita, sob ste capas, a noit encanta, quem pescar na logoa nunca mais retorna”. Além desses mitos, a lagoa, na realidade, já abrigou peixes-boi que foram dizimados com arpões. Delicie-se com as histórias e lendas contadas pelos moradores da região.

Os passeio de barco pelos rios da região levam a cenários como o da Lagoa Encantada, acessível pelo Rio Almada. São 14 quilômetros quadrados de espelho d´água, cercados por Mata Atlântica, cachoeiras, ilhas flutuantes, vila de pescadores, fazendas de cacau e uma grande diversidade animal. Próximo à lagoa ficam as caldeiras do Almada, um conjunto de quedas – a maior chega a seis metros de altura – que criam profundos buracos nas rochas, perfeitos para banhos. Os adeptos do rapel encontram no cânion da cachoeira do Apepique, também nos arredores, as condições perfeitas para a prática do esporte de aventura.
Como chegar: Acesso pela BA-001 sentido Itacaré. Após 14 quilômetros, nas imediações da Praia do Jóia, virar à esquerda e seguir em estrada de terra até o Clube Náutilus, de onde partem os passeios.
A Lagoa Encantada está envolvida por uma Área de Proteção Ambiental (ver Unidades de Conservação). Além da paisagem formada por um espelho d´água de 6,4 km²- cercado por fazendas e mata nativa, um espetáculo natural desperta a curiosidade e a imaginação: as ilhas flutuantes que se movem de uma margem à outra da lagoa, ao sabor dos ventos e da correnteza formada pelos ribeirões que a alimentam, como Lagoa Pequena e Serrapilheira. Conhecida no passado como “Lagoa de Ilhéus”, guarda as mais interessantes lendas que fazem parte do folclore ilheense, devido à presença dessas ilhas flutuantes que parecem transformar-se em seres místicos, a exemplo do “lobisomem” e da “mula sem cabeça”. O poeta Cyro de Mattos retrata a Lagoa como “encantada porque nela existe uma cidade submersa, com navios iluminados e até galos clarinetam na madrugada (…) ilhas se movem, o vento inventa uma música de harpa (…). Os moradores mais antigos dizem que a lua deita, sob sete capas, a noite encanta, quem pescar na lagoa nunca mais retorna”. Além desses mitos, a lagoa, na realidade, já abrigou peixes-boi que, foram dizimados com arpões. Delicie-se com as histórias e lendas contadas pelos moradores da região.

Próximo a Lagoa Encantada encontramos as caldeiras do rio Caldeiras e do rio Apepique, onde existem duas quedas d’água. Essas cascatas formam buracos nas rochas, em torno de até 4 metros de profundidade. Ali os visitantes podem tomar banho, e desfrutar da paisagem encantadora do local. Os adeptos do canyoning podem praticar rapel na Cachoeira do Apepique.

Fonte: Lagoa Encantada

Conheça Mais Sobre Ilhéus – BA