Canoa Quebrada E Aracati – CE

Canoa Quebrada E Aracati – CE
5 (100%) 2 votes
Canoa Quebrada E Aracati
Canoa Quebrada E Aracati

Por Que Ir Para Canoa Quebrada E Aracati

Canoa Quebrada era uma pacata aldeia de pescadores até os anos 70, quando foi descoberta pelos hippies e transformada em reduto “paz e amor”. Hoje, com acesso asfaltado, eletricidade, pousadas e restaurantes, é um dos destinos mais cobiçados do Ceará. Apesar das facilidades e mordomias, a vila encravada no alto de uma falésia mantém seu astral alternativo.

Na praia, as jangadas rústicas continuam cruzando o mar esverdeado, enquanto as formações multicoloridas espalham-se por todas as direções. De buggy, aprecia-se o degradê das falésias, com nuances que vão do branco à terracota, sem contar as marmorizadas, encontradas em Ponta Grossa. Ao longo do passeio, uma parada na praia de Majorlândia é obrigatória. Lá é produzido o artesanato típico da região – as garrafinhas com desenhos de areia colorida.

Prática comum entre os turistas hospedados em Fortaleza é fazer um bate-e-volta para Canoa Quebrada – eles saem pela manhã da capital e pegam a estrada novamente no final do dia. A aventura nem sempre agrada por dois motivos: a viagem de 160 quilômetros é cansativa e, quem retorna, deixa de curtir a animada vida noturna da vila.

O burburinho acontece na Broadway, uma rua que virou calçadão e teve o piso de areia substituído por pedras portuguesas. O corredor é formado por bons restaurantes de frutos do mar, bares e boates com estilos variados. No verão, o agito se transfere para a praia, cenário de luaus e festas ao som de muito reggae.

Canoa faz parte do município de Aracati, a 13 quilômetros. Na sede, os atrativos não são as belezas naturais e, sim, o acervo arquitetônico.
 
A cidade foi a mais importante do Estado no período colonial e guarda um rico patrimônio formado por casarões, sobrados e igrejas dos séculos 18 e 19. Preservadas, muitas fachadas exibem belos ornamentos em azulejos portugueses.
Canoa Quebrada E Aracati - Ceará
Passeio De Buggy

Passear De Buggy Até Ponta Grossa

O passeio pela orla vai até Ponta Grossa, a 50 quilômetros da vila de Canoa Quebrada. Ao longo do percurso, a paisagem alterna praias desertas, lagoas, dunas, coqueirais, aldeias de pescadores e falésias de variados tons – do branco ao bordô. Na praia de Majorlândia as formações ganharam esculturas gigantes moldadas pelo artista Toinho da Areia. Aproveite a parada para comprar o artesanato típico da região – as garrafinhas com desenhos de areia colorida. O passeio dura cerca de duas horas e meia e pode ser feito à tarde, incluindo o pôr-do-sol no alto das dunas ou falésias.

Praias De Canoa Quebrada
Praia

Praias

De Canoa Quebrada à divisa com o Rio Grande do Norte são 75 quilômetros de praias emolduradas por falésias coloridas, coqueirais e vilas de pescadores. Os passeios de bugue percorrem boa parte do trecho. Não deixe de fora do roteiro uma visita à Ponta Grossa, com as mais belas formações da região. Para quem busca agito, a praia que dá nome à vila é a mais movimentada, com barracas e música. Caso o intuito seja fugir do burburinho, caminhe para a direita, onde o cenário é rústico e quase deserto.

Passeio De Jangada Em Canoa Quebrada
Passeio De Jangada

Passeio De Jangada Em Canoa Quebrada

Os passeios são agendados nas barracas de praia e duram cerca de meia hora. As embarcações rústicas têm capacidade para duas pessoas, além do jangadeiro.

Casario Colonial De Aracati
Casario Colonial De Aracati

Casario Colonial De Aracati

O Centro Histórico da cidade, a 13 quilômetros de Canoa Quebrada, é repleto de construções dos séculos 18 e  19. Preservado, o casario que se espalha pela rua  Coronel Alexanzito exibe belos ornamentos feitos com azulejos portugueses. Também enfeitam a paisagem o prédio da antiga prisão municipal – que hoje abriga a Câmara dos Vereadores – e as igrejas de Nossa Senhora do Rosário, datada de 1785, e de Nosso Senhor do Bonfim, de 1774.

Noite Na Brodway - Canoa Quebrada
Brodway

Noite Na Brodway

As atrações de Canoa não se restringem à natureza, que escancara sua beleza à luz do dia. Quando a noite cai, os muitos bares, restaurantes e boates espalhados pela Broadway, no coração da vila, abrem suas portas. O burburinho reúne brasileiros e estrangeiros ao som de forró, MPB, reggae, música eletrônica… na lua cheia, o movimento migra para a praia, onde acontecem festas e luaus.