Guarujá - SP
Acqua Mundo Guarujá

Por Que Ir Para Guarujá

Devagar, o Guarujá recupera o charme e o glamour dos anos 70 e 80, perdidos na década de 90. A cidade passou por um grande processo de reurbanização que traz em seu vácuo benefícios como praias mais limpas, qualidade nos serviços e infraestrutura moderna com direito a shoppings. Mais que um bom destino para férias e feriados, o balneário volta a se tornar referência para quem viaja com a família, com atrações para turistas de todas as idades.

O verão continua sendo o período mais movimentado, com congestionamentos, filas e praias lotadas. Mas a cidade ainda guarda recantos onde é possível relaxar.

Ao contrário do burburinho diurno e noturno das praias de Pitangueiras, Enseada e Pernambuco, o litoral Norte tem pérolas como Iporanga, Branca, Preta e Camburi, com boas ondas e pouco frequentadas em função do difícil acesso, feito somente por trilhas ou barcos.
Mas nem só de praias vive o Guarujá. O roteiro de atividades inclui ainda visitas aos fortes, passeios de lancha e de escuna, caminhadas ecológicas e muita diversão no Acqua Mundo, o maior aquário da América do Sul.Quando a noite cai, a diversidade também se manifesta, da Enseada às Pitangueiras. As opções vão de restaurantes charmosos para um romântico jantar a dois ao agito das boates, que ficam com as pistas cheias até de manhã. E tem ainda bares com música ao vivo, shows, cinema, shoppings…

Guarujá - SP
Praia Do Tombo

AS PRAIAS DO GUARUJÁ

Mesmo sendo um destino concorrido, o Guarujá ainda tem praias selvagens. Na estrada para Bertioga, a Serra do Guararu esconde praias de areia branca e fininha dentro de condomínios fechados, como as de São Pedro e Iporanga (elas são abertas ao público, mas têm acesso restrito à capacidade dos estacionamentos).

Por lá também ficam Branca e Preta e Camburi, frequentadas pela turma do surf e acessíveis por trilhas. Os surfistas ainda encontram boas ondas nas urbanizadas praias de Pitangueiras, Enseada e Pernambuco, dividindo espaço com as famílias que chegam em busca da infraestrutura de bares e serviços.
ENSEADA

Mais extensa da cidade, com sete quilômetros e larga faixa de areia, é tomada por ciclovia, coqueiros e quiosques. Com mar calmo, é procurada por banhistas e esportistas. Durante o verão torna-se o ponto de encontro diurno e noturno, sendo ainda cenário de shows e eventos. Fica a dois quilômetros do Centro.
PITANGUEIRAS

Urbana e movimentada, é a praia central de Guarujá. Lotada na alta temporada, é prejudicada pelos prédios, que fazem sombra no meio da tarde. A ponta norte, onde está o Morro do Maluf, é point de surfistas. O burburinho é grande também na avenida, dia e noite, por conta dos bares, restaurantes, lojas e o Shopping La Plage.

PERNAMBUCO

É uma das mais belas e movimentadas do Guarujá. Na alta temporada é preciso enfrentar congestionamentos e falta de vagas para estacionar. A maré define a extensão da faixa de areia: quando está baixa, o estreito da Ilha do Mar Casado, aonde se chega transpondo o mar raso e calmo, divide as águas e forma as duas praias; quando a maré sobe, o istmo desaparece e a praia se torna uma só. A frequência de famílias é grande, mas o mar também favorece os iniciantes no surf. Fica a 12 quilômetros do Centro.

ASTÚRIAS

Familiar, urbanizada e com calçadão movimentado, tem areias brancas e é indicada para banhos. Fica a dois quilômetros do Centro.

PEREQUÊ

Cenário de uma vila de pescadores, é o melhor lugar da cidade para comprar peixes e frutos do mar. Muitos restaurantes estão instalados ali. Não é indicada para banhos em função da poluição causada pelo óleo dos barcos.

PRAIA DO ÉDEN

É mais bonita que a vizinha, Sorocotuba, a 1 km. Para cjegar, porém, é preciso certo: uma trilha íngreme de cerca de 50 metros, com 110 degraus irregulares, leva até a curta faixa de areia. A paisagem verdinha ao redor e o único bar dão ao lugar status de exclusividade. Fica a nove quilômetros do Centro.

PRAIA DO TOMBO

Com mar agitado, é famosa por sediar campeonatos de surf. Cercada por costões, é freqüentada pela turma jovem que lá encontra diversos quiosques. Fica a três quilômetros do Centro.

BRANCA

Perfeita para a prática do surf, abriga vila de pescadores, campings, pousadas rústicas e muita vegetação, sendo pouco frequentada nos finais de semana comuns. Ao som de reggae, um grande bar pé na areia reúne os frequentadores. Há dois acessos: pela trilha sinalizada de 20 minutos que começa ao lado da balsa para Bertioga ou de barco.

GUAIÚBA

Escondida, é uma das menores da ilha. O mar tem águas calmas e é indicado para banho e mergulho; já o calçadão tem barracas movimentadas no verão. Fica a quatro quilômetros do Centro.

IPORANGA E DAS CONCHAS

Assim como na vizinha São Pedro, um condomínio monitora a entrada (das 7h às 18h, com controle do número de veículos por dia) e proíbe vendedores ambulantes. Aqui, mansões com coqueiros e guarda-sóis pontuam a orla, com uma calçada ornamentada por lírios e bromélias. À direita, a pequena e calma enseada das Conchas atrai famílias com crianças. No canto esquerdo, uma trilha de 20 minutos leva à vizinha praia do Pinheiro. Acesso pelo km 17,5 da estrada para Bertioga (Condomínio Iporanga). Dica: chegue cedo e leve comes e bebes.

PRETA

Deserta e cercada por costões, tem apenas 200 metros de extensão, sendo procurada pelos surfistas. A trilha de acesso começa ao lado da balsa para Bertioga e tem dois trechos. O primeiro, em calçamento de pedras, leva até a Praia Branca (20 minutos). O outro (mais 15 minutos) dá nessa prainha ao pé do morro, com águas tranquilas, praticamente deserta (exceto no verão).

CAMBURI

Isolada e rústica, é emoldurada pela Mata Atlântica. As ondas fortes quebram em uma estreita faixa de areia, atraiando surfistas. Para chegar lá é preciso cruzar o lago (bom para banho) formado por uma cachoeira. Acesso por trilha de 20 minutos a partir da Praia Preta.

DO PINHEIRO

Morros cobertos por mata fechada cercam a praia, sem comércio e frequentada tanto por famílias como por surfistas. Um condomínio restringe a entrada de turistas (entre 8h30 e 17h30) e limita o acesso de carros. Dica: chegue cedo e leve comes e bebes. No canto direito, uma trilha leva para Iporanga em aproximadamente 20 minutos. Acesso pelo km 18,5 da estrada para Bertioga (Condomínio Taguaíba).

SÃO PEDRO

A moldura é formada por mata Atlântica, mar verde, areia clara e fortes ondas. Na Serra do Guararu, a praia tem dois acessos: um, pelo Condomínio Tijucopava, leva ao trecho sul da praia. O outro, ao norte, é pelo Condomínio São Pedro. A entrada de carros, liberada das 8h ao pôr do sol, depende da quantidade de vagas disponíveis no estacionamento (até 93 veículos). Dica: chegue cedo e leve comes e bebes. não há ambulantes ou barracas. Acessos pelo Km 15 (Cond. Tijucopava) e pelo Km 17 (Cond. São Pedro) da estrada para Bertioga.

Guarujá - SP
Vista Praia Da Enseada

Mirantes

As belezas naturais de Guarujá podem ser apreciadas de vários mirantes. No Morro do Maluf e no Mirante da Gávea, as paisagens apresentam as praias de Pitangueiras e da Enseada. Já o mirante da Ponta das Galhetas, entre as praias do Tombo e de Astúrias, descortina a Ilha da Moela; enquanto o Morro do Sorocotuba tem a Mata Atlântica como cenário. Para curtir o pôr-do-sol, siga para o Costão das Tartarugas.

Guarujá - SP
Forte Da Barra Grande

Forte Da Barra Grande

Erguido pelos espanhóis em 1584, oferece visão panorâmica do Porto de Santos. Restaurado pelo Iphan, teve a Casa de Pólvora transformada em capela ornamentada com um gigantesco painel de mosaico assinado pelo artista plástico Manabu Mabe.

Guarujá - SP
Passeio De Escuna

Passeio De Escuna

Há dois roteiros. O que leva às praias do Sul vai até Santos, passando por Saco do Major, Ponta do Rosa e Ilhas do Mato, em viagem de quase quatro horas (ida e volta). Já o tour para o Norte tem duração de três horas e vai até à praia de Iporanga.

Guarujá – SP
5 (100%) 1 vote